Conceição suspira por Luis Díaz e Otávio

FC Porto 27-10-2020 08:09
Por Redação

O regresso das noites da Champions ao Dragão surge acompanhada pela abertura das portas do estádio aos sócios do FC Porto, naquela que será uma das grandes atrações do segundo jogo portista na fase de grupos da milionária competição: o primeiro, marcado por arbitragem e VAR altamente comprometedores, acabou com derrota (1-3) azul e branca diante do Manchester City.

Imposição da Direção-Geral de Saúde, foram só colocados à venda 3750 bilhetes, o que representa 7,5 por cento da lotação total do recinto portista. Mas, para quem realizou os últimos oito jogos em casa com as bancadas desoladoramente vazias (Marítimo, Boavista, Belenenses, Sporting e Moreirense na época transata; Gil Vicente, Marítimo e SC Braga já nesta campanha), o privilégio de escutar os aplausos de mais de três mil adeptos terá, seguramente, algo de encantatório para os eleitos de Sérgio Conceição no duelo com o Olympiakos, que chega à Invicta com três pontos, mérito da vitória em Atenas frente ao Marselha.

Para lá dessa curiosidade de haver dois treinadores portugueses nos bancos (no grupo C da Liga dos Campeões, há um terceiro técnico de raízes genuinamente nacionais, no caso André Villas Boas, do Marselha) e do emblema grego contar nos seus quadros com cinco jogadores lusos (José Sá, Rúben Semedo, Bruma, Rúben Vinagre e Pepê Rodrigues foram todos convocados), há, do lado azul e branco, a expectativa em saber se Luis Díaz vai ou não a jogo.

Autor do golo no Estádio Ethiad, o colombiano abandonou, ainda na segunda parte, esse desafio com o City, devido a queixas físicas. Que lhe valeram a exclusão da 5.ª jornada da Liga, a confirmar o regresso dos dragões aos triunfos (vitória por 1-0 diante do Gil Vicente), após três jogos consecutivos sem vencer (derrotas com Marítimo e Manchester City e empate frente ao Sporting).

Como Luis Díaz, também Otávio prosseguiu ontem num regime de treino integrado condicionado. O brasileiro sofreu lesão muscular no clássico de Alvalade e falhou City e Gil Vicente. Ter ambos à disposição faz toda a diferença.
 

Ler Mais
Comentários (27)

Últimas Notícias