Santos eliminado e Jesualdo confrontado com demissão: «Façam o que quiserem»

Brasil 31-07-2020 09:21
Por Redação

O Santos perdeu em casa com o Ponte Preta, por 1-3, e foi eliminado nos quartos de final do Paulistão. No final do jogo, Jesualdo Ferreira mostrou-se tranquilo quando confrontado com um hipotético despedimento.

 

«Não temo nada. A Direção está à vontade. Nem sequer me preocupa. Que façam o que quiserem», afirmou o treinador português.

 

Quanto às incidências do encontro, assinalou Jesualdo Ferreira que este foi o quarto jogo consecutivo em que o Santos «começa a ganhar e depois não ganha, por ficar com 10» homens em campo.

 

«O psicológico pesou muito no segundo tempo. Acho que merecíamos ir mais longe (no Campeonato Paulista). São muitos problemas, como todos sabemos, mas vamos ter de resolver internamente. Não vou arranjar desculpas», frisou.

 

«A questão passa pelo grupo entender os caminhos a seguir. De facto há três competições. Não acabou. O Santos tem muitos jogos e não pode perder sem começar de facto o trabalho. E há muito tempo a recuperar. Não admito que alguém desista, porque eu não desisto. Estamos todos tristes, revoltados. Não há motivos para desistir», sustentou.

Ler Mais

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Comentários (21)

Últimas Notícias

Mundos