Governador do Rio de Janeiro contraria Bolsonaro e apela ao isolamento

Brasil 25-03-2020 20:29
Por Redação

O governador do Rio de Janeiro apelou, esta quarta-feira, à continuidade de isolamento domiciliário para prevenção do contágio do novo coronavírus, contrariando assim o pedido do presidente brasileiro Jair Bolsonaro para acabar com o «confinamento em massa».
 

«Peço mais uma vez ao povo: fique em casa. Siga as recomendações. Não queremos acabar com as empresas, exterminar empregos. Queremos preservar vidas. Ressuscitar a economia nós conseguimos. Ressuscitar quem morreu é impossível. A determinação é clara: fique em casa. As soluções virão a seu tempo. O momento é de racionalidade», escreveu o governador Wilson Witzel, através da rede social Twitter.
 

Na terça-feira, Jair Bolsonaro argumentou que a vida dos brasileiros deveria «voltar à normalidade», apelando às autoridades estaduais e municipais para colocarem fim a medidas «como proibição de transportes, fecho de comércio e confinamento em massa». Um discurso amplamente contestado pela população brasileira, bem como pelas classes médica e política.
 

O presidente reuniu esta quarta-feira com governantes dos estados da região sudeste do Brasil, por videoconferência, na qual participou Wilson Witzel, que disse estar «satisfeito» com a reunião e espera que Jair Bolsonaro «mantenha o diálogo aberto com o Rio de Janeiro».

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias