«O jogador moçambicano merece ser olhado de outra forma», diz Luís Gonçalves

Moçambique 21-11-2019 13:37
Por Álvaro da Costa, Maputo

A forma como a equipa se manteve unida até ao apito final foi para Luís Gonçalves determinante para que os Mambas chegassem ao empate (2-2) no confronto com Cabo Verde a contar para a segunda jornada do grupo F de qualificação para a Taça das Nações de África-Camarões 2021.

 

«Sofremos um golo cedo o que condicionou a nossa estratégia, mas conseguimos reagir e ainda na primeira parte empatamos e poderíamos ter feito o 2-1. Fomos para o intervalo sabendo que se mantivessemos a  equipa junta poderíamos chegar ao 2-1, mas voltamos a sofrer o golo. Contudo,  mantivemos unidos até ao fim, um aspeto fundamental para termos uma excelente prestação», anotou o técnico português falando à inprensa logo após ao embate com Cabo Verde.

 

Tal como tinha acontecido no desafio com o Ruanda, Luís Gonçalves voltou a tecer rasgados elogios aos seus pupilos.

 

«Os nosso jogadores tiveram um desempenho excelente. Deram tudo do princípio ao fim. O Witi entrou muito bem, o que demonstra que todos os jogadores que são chamados têm dado o máximo e demonstrado serem excelentes profissionais. O jogador moçambicano merece ser olhado de outra forma porque tem muita qualidade», afirmou.

 

Mas sem querer entrar em grandes comemorações, até porque a qualificação para o CAN ainda está longe de ser assegurada, Luís Gonçalves passou uma mensagem de que é preciso conter os ânimos. 

 

«É verdade que estamos bem vivos na disputa por um lugar no CAN, mas importa realçar que ainda temos um longo caminho a percorrer. Tenho a percepção que a luta pela qualificação será até ao fim e nós estamos aqui para dar tudo porque somos profissionais», atirou.

 

A terminar o técnico elogiou a seleção de Cabo Verde, enaltecendo a qualidade dos jogadores.

 

Os Mambas comandam neste momento o grupo F,  a par dos Camarões com 4 pontos. Cabo Verde ocupa o segundo lugar com 2 pontos, enquanto o Ruanda é o lanterna vermelha com 0.

Ler Mais

Últimas Notícias