Jogadores sofrem intoxicação alimentar e Federação acusa Marrocos

Guiné-Bissau 06-10-2021 11:56
Por Redação

A seleção da Guiné-Bissau, em Rabat para defrontar Marrocos esta quarta-feira, sofreu esta madrugada uma intoxicação alimentar e acusa o adversário de sabotagem, admitindo faltar ao jogo.

 

Grande parte dos jogadores tiveram vómitos e diarreia e alguns tiveram mesmo de receber soro, como ilustram fotos publicadas pelo site Football365 Afrique, que cita uma fonte da Federação, que diz que «algo foi posto no jantar».
 

«Penso que puseram qualquer coisa no jantar. Toda a equipa técnica e os 25 jogadores estão doentes», diz a fonte, que adianta que a Federação está em contacto com a Confederação Africana (CAF).

 

 

Através de comunicado publicado há algumas horas, a Federação informou que alguns jogadores foram mesmo levado aos hospital e admite faltar ao jogo. «Jogadores da seleção nacional tiveram uma indisposição e Guiné-Bissau corre risco de não jogar. Todos os 25 jogadores a disposição do mister Baciro Candé estão com vômito e diarreia após o jantar desta noite. Igualmente os elementos da equipa técnica encontram-se na mesma situação.  Do momento os jogadores estão a ser transportados para hospital afim de obterem cuidados mais intensivos. Os responsáveis da FFGB tentaram sem sucesso até ao momento contactar o comissário do jogo, de nacionalidade serraleonesa», diz o comunicado.

 

Está marcado para esta noite (20 horas) o encontro entre Guiné-Bissau e Marrocos, jogo da terceira jornada do Grupo I para o apuramento para o Mundial do Catar, que os guineenses lideram com 4 pontos em dois jogos enquanto Marrocos tem 3 pontos e um jogo.

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias