Portugal abre linhas de crédito para empresas moçambicanas

Moçambique 20-01-2020 14:20
Por Alexandre Zandamela, Maputo

O Fundo Português de Apoio ao Investimento em Moçambique (Investimoz) formalizou, semana passada, duas linhas de financiamento no valor de 15 milhões de euros para as Pequenas e Médias Empresas moçambicanas.

 

O protocolo foi rubricado pela SOFID, entidade gestora do Investimoz, e dois bancos moçambicanos, entre os quais o BCI, representado pelo respectivo coordenador da Comissão Executiva, José Furtado.

 

O Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, disse, no acto, que, por meio dos contratos rubricados, os bancos têm acesso até um total de 15 milhões de euros para financiar Pequenas e Médias Empresas moçambicanas que tenham visto a sua actividade atingida por calamidades naturais.

 

A cerimónia de assinatura dos contratos contou com a presença do Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, da Embaixadora de Portugal em Moçambique, Maria Amélia Paiva, da Secretária Permanente do Ministério da Indústria e Comércio de Moçambique, Maria Ascensão Pinto, e do presidente da Associação Moçambicana de Bancos (AMB), Teotónio Comiche.   

 

Recorde-se que, em 2015, o BCI, o Instituto da Cooperação e da Língua, o Instituto para a Promoção das Pequenas e Médias Empresas (IPEME) e a AMB assinaram um contrato que estabelecia os termos e condições do apoio financeiro a prestar pelo Fundo Empresarial de Cooperação Portuguesa (FECOP) e que tinha em vista a colocação de Crédito a Micro, Pequenas e Médias Empresas, Associações e Cooperativas de variados ramos de actividade.

 

 

 

 

Ler Mais

Últimas Notícias