Camisola de CR7 'desaparecida' divide associação portuguesa em Toronto

Seleção 09:20
Por Redação

O ‘desaparecimento’ de uma camisola do internacional português Cristiano Ronaldo, que foi oferecida a uma associação madeirense de Toronto está no centro de uma polémica que divide atuais e antigos dirigentes. A camisola, que terá sido utilizada pelo craque luso num jogo oficial da Seleção Nacional, foi doada pelo Museu CR7, mas os atuais dirigentes da associação não sabem onde está e acusam os anteriores dirigentes de a terem escondido.

 

Segundo as palavras do dirigente português, a situação está a deixar a comunidade madeirense no Canadá «revoltada e indignada».

Uma diretora da Casa da Madeira de Toronto, ao visitar o museu em 2017, foi informada do envio de umas botas oficiais de CR7 e de uma camisola, equipamento utilizado num jogo oficial da seleção nacional.

 

Em 2018, a associação teve eleições e ganhou uma direção que em maio começou a solicitar informações sobre o «paradeiro do material». Entretanto, o anterior presidente entregou as chuteiras oficiais de Ronaldo à Casa da Madeira, no dia 18 de julho de 2018, mas a camisola continua desaparecida.

 

As informações fornecidas pelo museu revelam que a a camisola foi solicitada e enviada em 2016, e as botas em 2017, e que seria para se «juntarem à camisola que estava alegadamente exposta no salão da Casa da Madeira», o que acabou por não acontecer.  

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias