Nacional responde à acusação de Luís Filipe Vieira

Nacional 02-03-2021 16:37
Por Redação

Na entrevista à BTV no passado domingo, Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, criticou a postura do Nacional por não ter aceitado o adiamento do jogo com as águias, na Luz, a 25 de janeiro, numa altura em que o plantel encarnado atravessava a fase mais delicada do surto de positivos de Covid-19.

 

Na referida entrevista, Luís Filipe Vieira disse (ver notícia em anexo) que o Nacional só aceitaria o adiamento do jogo em troca do empréstimo do médio direito Diogo Gonçalves até final da época e, esta terça-feira, os insulares responderam, através da newsletter oficial.

 

«Na época 2015/16 o Nacional tinha a oportunidade de chegar às meias-finais da Taça de Portugal. O sorteio dos quartos de final ditou como adversário o Gil Vicente, então na II Liga, num jogo agendado para a quarta-feira, em Barcelos.

 

No domingo antes o calendário da 1.ª Liga ditou a receção ao Benfica, num jogo interrompido aos 8 minutos devido ao nevoeiro.

 

O Benfica exigiu o cumprimento dos regulamentos, recusando o adiamento para outra data, pelo que o encontro acabaria por se reatar pelas 12 horas de segunda-feira, jogando-se os 82 minutos em falta.

 

Dois dias depois o Nacional jogava em Barcelos e o Gil Vicente, aproveitando bem o desgaste da formação alvi-negra, acabou vencendo por 1-0.

 

A derrota sofrida NESTE DIA tirou ao Nacional a possibilidade de chegar às meias-finais da competição», lê-se na nota dos alvinegros.

 

Ler Mais
Comentários (218)

Últimas Notícias