Plano Amorim para o Dragão

Sporting 25-02-2021 13:16
Por Nuno Raposo

Com dez pontos de avanço para o FC Porto entra o líder Sporting no jogo de sábado (20.30 horas), no Estádio do Dragão, e para os olhos de boa maioria dos adeptos sportinguistas sair da Invicta com a mesma diferença mas menos uma jornada para jogar seria cenário muito bem encarado. Mas o plano de Rúben Amorim para o jogo grande da 21.ª jornada não tem o empate como possibilidade... o treinador já passou a mensagem ao grupo, incutindo o desejo de vitória como único resultado a ter em conta. Amorim, apesar da especificidade deste jogo, quer os leões com a mesma identidade de sempre: equipa a sair com critério para o ataque, sempre a pensar no golo, com os três pontos no horizonte. É proibido pensar no empate.


O plantel do Sporting ganhou ao Portimonense (2-0) no sábado, fez treino de recuperação no domingo, descansou na segunda e começou a preparar a deslocação ao terreno do FC Porto na terça. Nesse mesmo dia e ontem a mensagem começou a ser passada aos jogadores, de que a identidade ofensiva e vitoriosa da equipa é para manter no Dragão, apesar das dificuldades que o FC Porto pode e vai criar aos jogadores.

 

Nem mesmo a juventude do trio de ataque que se perfila para alinhar de início - Nuno Santos, 25 anos, é o mais velho, sendo que Pedro Gonçalves (22) e Tiago Tomás (ainda com idade de júnior, 18) completam o setor, este último porque Paulinho se lesionou na véspera da receção aos algarvios e tem até quatro semanas de recuperação de lesão num tendão da coxa esquerda pela frente - preocupa o treinador. Antes pelo contrário, Amorim conta com a irreverência e feitio de Nuno Santos, o mesmo de Pedro Gonçalves e com a garra que Tiago Tomás já demonstrou esta época, tendo o dérbi com o Benfica (1-0) como exemplo.
 

Leia o artigo completo na edição impressa ou digital de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (49)

Últimas Notícias