UEFA vai cortar nos prémios

UEFA 21-10-2020 09:32
Por Redação

A UEFA vai cortar nos prémios monetários para competições de clubes dos próximos cinco anos, por força da pandemia de Covid-19.

 

Segundo o jornal The Times, o organismo que superintende o futebol europeu já comunicou às respetivas associações a perda de 560 milhões de euros na organização da últimas Liga dos Campeões e Liga Europa. Assim, cada clube presente nessas provas deverá perder cerca de 4% em cada uma das próximas cinco temporadas.

 

A UEFA está ainda a ponderar o aumento do número de clubes da Liga dos Campeões de 32 para 36 em 2024/2025. Dois modelos estão em cima da mesa, cada um envolvendo dez jogos por equipa na fase de grupos, em vez dos atuais seis. No primeiro, as equipas serão divididas em seis grupos de seis e jogariam entre si em casa e fora; na segunda, cada equipa jogaria dez jogos contra dez adversários, cada um deles a ser decidido através de um sistema de seeding.

 

A UEFA está ainda a pensar em regressar, a partir de 2024, à final a oito utilizada no final da época passada.

 

À margem está também em cima da mesa, segundo a BBC, a criação da SuperLiga Europeia, com 15 clubes de Inglaterra, Itália, Espanha, França e Alemanha e mais três de outros países, envolvendo cerca de €4,2 mil milhões. As negociações poderão envolver o banco norte-americano JP Morgan.

 

PRÉMIOS DA CHAMPIONS

(Em milhões de euros)

 

Participação na fase de grupos

€ 41,8 M*          

 

Prémios na fase de Grupos

Vitória: €2,7 M 

Empate: € 900 mil

 

Prémios de qualificação

Oitavos de final: €9,5 M

Quartos de final: €10,5 M             

Meias-finais: €12 M  

Finalista vencedor: €15 M  

Finalista vencido : €4 M    

 

* Valor variável em função dos montantes do ‘market pool’ (direitos televisivos). Neste montante está incluído prémio de €26,5 M pelo ‘ranking’ do FC Porto dos últimos 10 anos e €15,25M pela participação na fase de grupos da Champions

Ler Mais
Comentários (15)

Últimas Notícias