Mustafá e Pereira Cristóvão condenados a penas de prisão

Sporting 06-12-2019 16:59
Por Redação

O Tribunal de Cascais condenou, esta sexta-feira, Nuno Mendes (Mustafá), líder da Juventude Leonina, e Paulo Pereira Cristóvão, antigo inspetor da PJ e vice-presidente do Sporting, a penas de prisão de seis anos e quatro meses e sete anos e seis meses, respetivamente.

 

Em causa estão os assaltos violentos a residências, num processo que conta com 15 arguidos, três deles agentes da PSP.

 

Os arguidos respondiam pelos crimes de associação criminosa, roubo, sequestro, posse de arma proibida, abuso de poder, violação de domicílio por funcionário e falsificação de documentos.

 

O Tribunal deu como provados os assaltos a uma residência em Cascais em fevereiro de 2014 e a uma casa na Avenida do Brasil, em abril desse ano.

Ler Mais
Comentários (143)

Últimas Notícias