Selby-Higgins e Murphy-Ronnie: ‘quartos’ de sonho em Belfast

Snooker 14-11-2019 23:57
Por António Barroso

O inglês Mark Selby, de 36 anos, sexto do ranking e tricampeão mundial (2014, 2016 e 2017), continua a sonhar com o bónus que a World Snooker instituiu, no valor de um milhão de libras (1,167 milhões de euros) para um único jogador que vença os quatro Home Nations Series numa só época, depois de garantir o apuramento para os quartos de final do Open da Irlanda do Norte, prova da época 2019/2020 da World Snooker a decorrer até domingo, dia 17 do corrente mês, em Belfast, com duas vitórias noutras tantas rondas deste dia, nos 16avos e oitavos de final.

 

Selby venceu o English Open, e na presente temporada só ele pode aspirar ao jackpot, se vencer em Belfast… e depois no Open da Escócia e de Gales. Esta quinta-feira, sentiu dificuldades ante o belga Luca Brecel, de 24 anos, 31.º da hierarquia, no último jogo dos 16avos de final, que se jogaram pela manhã e início da tarde (4-2). À noite, Selby defrontou o veterano irlandês Ken Doherty, de 50 anos, 63.º do ranking (e campeão mundial em 1997) e venceu por 4-1, para marcar apetecível encontro nos quartos de final, na sexta-feira, diante... do escocês John Higgins, encontro a reunir a maior expetativa da ronda seguinte do torneio.

 

Higgins, de 44 anos, quinto da hierarquia e tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011) bateu o inglês Billy Joe Castle por 4-1 e depois o seu compatriota escocês Stephen Maguire, por apertados 4-3 (esteve a ganhar 3-1, o compatriota ainda forçou sétima partida e assustou), para seguir ao encontro de… Mark Selby. nada menos do que sete títulos mundiais à mesa no duelo de titãs de sábado, em Belfast.

 

Já outro dos crónicos favoritos, o inglês Ronnie O’Sullivan, de 43 anos, segundo da hierarquia e pentacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012 e 2013) venceu com tranquilidade e segurança os seus dois encontros do dia e mantém esperanças de chegar ao recorde absoluto de 37 títulos em provas de ranking já no Waterfront Hall.

 

O Rocket venceu o compatriota Stuart Carrington por 4-1, e na sessão noturna o jovem adolescente chinês Yuan SiJun, de 19 anos, 46.º do ranking, pelo mesmo resultado, e subiu a qualidade de jogo. Bons sinais de O’Sullivan e vistosa centenária (127 pontos, a sua 1022.ª, ante o asiático) à noite, com o inglês a dar sinais positivos e de melhoria no nível de jogo. Segue-se nos quartos, sexta-feira, duelo com… o compatriota Shaun Murphy. Faísca à vista.

 

The Magician Murphy, de 37 anos, oitavo do ranking (e campeão mundial em 2005) sonha com o título em Belfast. Suplantou os experientes compatriotas ingleses Ricky Walden – este por 4-3, após apanhar susto (esteve a ganhar 3-0) - e Barry Hawkins, por 4-2. Veremos como será agora com os mesmos protagonistas da final do Xangai Masters da presente época (9-11 para Ronnie, então).

 

Defensor do título em Belfast, líder da hierarquia e campeão mundial, o inglês Judd Trump, de 30 anos, venceu neste dia dois adolescentes chineses: primeiro, Si Jiahui, de 17 anos, depois Yan Bingtao, de 19 anos, ambos por 4-0, e marcou duelo com o surpreendente e veterano compatriota Anthony Hamilton, de 48 anos, apenas 55.º da hierarquia mas que, nestes oitavos de final, chegou para Kyren Wilson, de 27 anos, nono do ranking: 4-3, noutra supresa da noite desta quinta-feira.

 

Favorito a jogar em casa, o norte-irlandês Mark Allen, de 33 anos, 7.º do ranking, começou por não dar chances ao escocês Scott Donaldson (4-0) mas claudicou (3-4) nos oitavos ante o sensacional suíço e lusodescendente Alexander Ursenbacher, de 23 anos, 88.º da tabela, já surpreendente carrasco de Stuart Bingham (4-2) nos 16avos, antes, neste dia. Alex Ursenbacher defronta sexta-feira nos quartos (19 horas) o inglês Joe Perry, de 45 anos, 15.º da hierarquia, que bateu Robbie Williams por 4-1.

 

A prova de Belfast pontua para o ranking e é a segunda das quatro Home Nations Series: distribui um prémio total de 405 mil libras (472.503 euros), das quais 70 mil libras (81.667 euros) ao campeão, e é transmitida em direto para Portugal (EuroSport), tendo sido ganha por Judd Trump em 2018 (9-7 a Ronnie O’Sullivan na final).

 

Os quartos de final já serão jogados não até um jogador vencer quatro frames, mas sim cinco (de 5-0 a possíveis 5-4), à melhor de nove partidas. E com duplo duelo a envolver quatro campeões do Mundo, Selby-Higgins às 14 horas e Murphy-Ronnie, 19 horas: impossível pedir mais ou melhor.

 

16avos de final, esta 5.ª feira (apurados a negro):

Ali Carter-Yan Bingtao, 3-4

Andrew Higginson-Anthony Hamilton, 3-4

Tian Pengfei-Kyren Wilson, 2-4

Ken Doherty-Thepchaiya Un-Nooh, 4-3

Harvey Chandler-Stephen Maguire, 2-4

Mark Joyce-Robbie Williams, 3-4

Barry Hawkins-Fergal O’Brien, 4-2

Alexander Ursenbacher-Stuart Bingham, 4-2

Judd Trump-Si Jiahui, 4-0

Billy Joe Castle-John Higgins, 1-4

Joe Perry-Graeme Dott, 4-1

Scott Donaldson-Mark Allen, 0-4

Shaun Murphy-Ricky Walden, 4-3

Yuan SiJun-Ben Woollaston, 4-3

Mark Selby-Luca Brecel, 4-2

Stuart Carrington-Ronnie O’Sullivan, 1-4

 

Oitavos de final, esta 5.ª feira (apurados a negro):

Judd Trump-Yan Bingtao, 4-0

Anthony Hamilton-Kyren Wilson, 4-3

Mark Selby-Ken Doherty, 4-1

John Higgins-Stephen Maguire, 4-3

Robbie Williams-Joe Perry, 1-4

Alexander Ursenbacher-Mark Allen, 4-3

Shaun Murphy-Barry Hawkins, 4-2

Yuan SiJun-Ronnie O’Sullivan, 1-4

 

Quartos de final, 6.ª feira (hora local e de Portugal continental):

Judd Trump-Anthony Hamilton (12 horas)

Mark Selby-John Higgins (14 horas)

Joe Perry-Alexander Ursenbacher (19 horas)

Shaun Murphy-Ronnie O’Sullivan (19 horas)

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias