Moçambique vence e lidera Grupo F

CAN 14-11-2019 19:10
Por Alexandre Zandamela, Maputo

Dominguez, pois, claro. Witi, inteligência e criatividade. Geny Catamo, que regalo este jovem sportinguista de 18 anos! Enfim, sem desprimor do magnífico colectivo que foi a equipa, este triunvirato foi extraordinariamente decisivo na vitória da selecção moçambicana de futebol diante da sua congénere do Ruanda por 2-0, em partida realizada na noite desta quinta-feira, no Estádio Nacional do Zimpeto, em Maputo.

 

Ao que tudo indica, o malfadado e arreliante período que os Mambas atravessaram já pertence ao passado. Na jornada inaugural do Grupo F da fase de qualificação ao Campeonato Africano das Nações Camarões-2019, a equipa foi simplesmente fenomenal, com uma primeira parte endiabrada e que reduziu os ruandeses a meros espectadores.

 

O triunfo começou a ser construído aos 27 minutos, como um golo do central Mexer, na transformação de uma grande penalidade, para, dois minutos mais tarde, Telinho corresponder de forma primorosa a um centro de Witi, depois de “trocar os olhos” a vários defesas contrários.

 

Com um jogo marcadamente ofensivo, os Mambas sufocaram os visitantes, criaram inúmeras oportunidade para dilatar o marcador, sobretudo por Dominguez, Geny Catamo, Witi e Telinho, “empurrados” a partir de excelentes e galopantes subidas do lateral tecnicista Reinildo Mandava, o diabo à solta Clésio Baúque, para, na retaguarda, se ter o conforto oferecido pela dupla Mexer/Zainadine Jr., Kambala e Sidique, que fez um grande jogo.

Na etapa complementar, o técnico português ao serviço dos Mambas, Luís Gonçalves, sem exactamente ordenar os seus pupilos para reduzir a avalanche atacante – até porque as situações de golo certo não baixaram – os Mambas optaram por um futebol em que era evidente a contenção de esforço, tendo em conta que, na próxima segunda-feira, jogam na Cidade da Praia, diante de Cabo Verde.

 

Sorte ou autêntica viragem dos Mambas, agora sob a batuta de Luís Gonçalves? A ver vamos, mas a verdade manda dizer que a selecção moçambicana, com o novo técnico, realizou o seu quarto jogo e somou outras tantas vitórias.

 

No caso concreto do triunfo na recepção ao Ruanda, Moçambique entra na corrida rumo ao CAN Camarões-2021 na qualidade de líder do Grupo F, uma vez que, na quarta-feira, Camarões e Cabo Verde empataram 0-0.

 

Frente aos ruandeses, num Zimpeto que acabou por não contar com muito público, devido à forte descarga de chuva que se abateu sobre Maputo a escassas horas do desafio, Luís Gonçalves utilizou a seguinte equipa: Frank; Sidique, Mexer, Zainadine Jr. e Reinildo; Kambala, Dominguez, Clésio (Reginaldo, 88 m) e Witi (Neymar, 64 m); Geny e Telinho (Kito, 75 m).

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias