Gabigol e a agressão: «Não tive reação»

Flamengo 14-11-2019 09:34
Por Redação

Viveram-se momentos de tensão no final do dérbi entre Flamengo e Vasco da Gama, no Maracanã. Agredido com uma joelhada por André Souza, diretor de futebol do Vasco, Gabigol exortou a Confederação Brasileira de Futebol [CBF] a tomar as devidas providências.

 

«Ele agrediu-me. Eu estava a falar com o Felipe, conversa de jogo, de cabeça quente, mas em nenhum momento houve agressão. Acontece isso direto dentro de campo, e quando saímos fica tudo normal. Mas, ele veio e agrediu-me. Não tive reação. Acho que ele não poderia estar ali. Penso que se a CBF vir o que aconteceu, vai tomar as devidas providências», afirmou o avançado.

 

Marcos Braz, vice-presidente do Flamengo, também lamentou o episódio.

 

«Houve um problema lá dentro do campo, parece que o André, que é diretor do Vasco, deu um chuto no Gabriel. É um pouco sem sentido porque os jogadores discutem, saem abraçados depois, é uma situação que é deles. O que aconteceu é diferente», notou.

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias