Balneário do Valência continua um barril de pólvora

Espanha 12-10-2019 19:35
Por Redação

O despedimento de Marcelino Toral (considerado injusto pelos jogadores) continua a agitar a atualidade do Valência e, segundo o diário Marca, o plantel está «mais unido que nunca» e não fala «há muito» com a direção. Mais concretamente, diz a mesma fonte, desde uma reunião com os capitães, em Londres, antes do jogo com o Chelsea, quando o presidente Anil Murthy pediu desculpa em nome do dono do Valência, Peter Lim.

 

Desde esse dia que dirigentes e jogadores não comunicam, com o presidente a não descer ao balneário, sendo que o ambiente continua tenso, com vários jogadores a mostrarem desagrado com estas questões além do relvado que vão causando mossa.

 

No Valência, recorde-se, jogam os portugueses Gonçalo Guedes e Thierry Correia (ex-Sporting).

 

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias