«Adaptação a Madrid? Cheguei a dizer à minha namorada para irmos embora»

Atlético Madrid 07-10-2019 11:40
Por Redação

O jogador brasileiro Renan Lodi, que trocou o Athlético Paranaense pelo Atlético de Madrid no mercado de verão, concedeu uma entrevista ao Globoesporte, onde terá revelado que a adaptação à sua nova vida em Madrid não foi fácil. O lateral explicou a crise emocional que viveu quando o emblema espanhol não o deixou concentrar-se com a seleção brasileira de sub-23.

 

«Foi a segunda vez que não pude acompanhar minha seleção (aconteceu com o Athletico Paranaense) e coincidiu com a minha adaptação a Madrid e ao clube. Acabou por ser uma acumular de situações: as saudades de estar longe da minha família, dos meus amigos... estava cá sozinho com a minha namorada e há dias difíceis.  estávamos sozinhos e há dias difíceis. Tenho 21 anos e minha namorada tem 20. Foi então que decidi desabafar com o Simeone. Disse-lhe tudo o que sentia e queria ir de qualquer maneira. Eles não me deixaram, mas Simeone disse-me iriamos trabalhar para que pudesse vir a ser chamado à principal. Graças a Deus que esta oportunidade chegou agora», começou por contar Lodi, convocado pela primeira vez por Tites para os particulares frente ao Senegal e Nigéria.

 

Durante a entrevista, o colchonero recordou, ainda, o momento da expulsão no seu jogo de estreia pelo Atlético, frente ao Getafe, e as críticas de que chegou a ser alvo.

 

«Estava nervoso desde o início do jogo. A expulsão não foi justa, mas disseram-me que era para compensar o cartão vermelho mostrado ao jogador do Getafe. Não percebi nada. Nem percebi o que se passou depois no estádio e no balneário, mas já passou. A primeira semana foi mesmo muito complicada, até cheguei a dizer à minha namorada: ‘Rafaela, vamos embora para o Brasil, não aguento mais estar aqui. Vamos voltar para casa.»

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias