Neil falha World Open porque se enganou no caminho

Snooker 05-10-2019 23:09
Por António Barroso

O australiano Neil Robertson, de 37 anos, quarto da hierarquia e campeão mundial em 2010, está fora do Open Mundial (World Open), prova da época 2019/2020 cuja fase final se irá realizar de 28 do corrente mês a 3 de novembro em Yushan (China), após falhar o encontro de qualificação na sexta-feira, dia 4, no Barnsley Metrodome, em Inglaterra, por… se ter enganado no caminho.

 

As qualificações para o World Open decorreram de quarta-feira, dia 2, até este sábado, dia 5 do corrente mês, e Neil teria de ter defrontado o inglês Ian Burns, de 34 anos, para reservar um lugar na prova asiática, que irá distribuir 772 mil libras (867.063 euros) de prémios, das quais 150 mil libras (168.471 euros) ao futuro campeão: o galês Mark Williams, de 44 anos, tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) e terceiro da tabela, defende o título de 2018, em que venceu o inglês David Gilbert 10-9, após estar a perder por 5-9…

 

Foi com o humor que, no Twitter, o australiano explicou o que se passou: em vez de ir para o Barnsley Metrodome, na região do South Yorkshire… foi para a pequena vila de Barnsley, junto à histórica cidade de Cirencester, no distrito do Gloucestershire. Um engano de apenas 170 quilómetros no destino… e de duas horas e 45 minutos de viagem de automóvel, que o levou a desistir do jogo, que falhou… e do World Open.

 

«Não se preocupem, malta, ainda espero fazer um jogo e completá-lo esta temporada», escreveu Neil Robertson na rede social, ele que já esta época se vira impossibilitado de defender o seu título no Masters de Riga (Letónia) – ganho por Yan Bingtao – devido a atrasos e cancelamentos nos voos.

 

É mais um episódio surreal com o profissional do hemisfério sul, que em 2011 perdeu o passaporte à partida para o German Masters. E que chegou a estar na fila da Segurança Social de Camberra para receber subsídio de desemprego numa altura em que pensou desistir do profissionalismo de taco na mão, no circuito de snooker: voltou atrás, e ainda bem.

 

Apurados para o Open Mundial ficaram já, em Barnsley, alguns dos nomes fortes desta variante do bilhar, como o chinês Liang Wenbo (5-1 ao polaco Kacper Filipiak), Marco Fu (5-3 a Brandon Sargeant), Barry Hawkins (5-1 a Jak Jones), Mark Selby (5-2 ao galês Jamie Clarke), Stuart Bingham (5-0 ao maltês Alex Borg), Shaun Murphy (5-1 a Rod Lawler), o escocês John Higgins (5-2 ao chinês Chen Zifan), o norte-irlandês Mark Allen (5-1 a James Cahill) ou o inglês Kyren Wilson (5-3 ante o chinês Chen Feilong).

 

O campeão e número um mundial, o inglês Judd Trump, de 30 anos, irá jogar apenas no dia 27 a sua qualificação, já em Yushan, diante do chinês Zhang Jiankang. Pelo caminho ficaram já, nestes quatro dias em Barnsley, nomes como o galês Ryan Day (4-5 ante o inglês Elliot Slessor) ou o inglês Mark King (3-5 ante Zhang Anda), enquanto o brasileiro Igor Figueiredo assegurou que se falará português no torneio asiático, ao vencer por 5-3 Yuan SiJun.

 

Antes do World Open – no qual, como Trump, também o número dois mundial, Ronnie O’Sullivan, irá disputar o jogo de qualificação apenas no dia 27, e já em Yushan, ante Dominic Dale - o próximo torneio da época 2019/2020 da World Snooker é o Open de Inglaterra, de 14 a 20 do corrente mês, em Crawley (Inglaterra), e que distribuirá 405 mil libras (454.871 euros) de prémios, 70 mil libras (78.610 euros) ao campeão, e que será transmitido, também, para Portugal (EuroSport).

 

O inglês Stuart Bingham venceu em 2018 (9-7 a Mark Davis na final) e Ronnie O’Sullivan, que inicialmente não planeara participar, irá defrontar o seu compatriota Jamie O’Neill, de 33 anos, 105.º da hierarquia, na primeira ronda, ditou o sorteio.

 

Todavia, já nos dias 7 a 10 do corrente mês, a Morningside Arena, em Leicester, irá receber os primeiros concorrentes da Championship League, prova não pontuável para o ‘ranking’ (é por convite).

 

O Grupo 1 terá os seus encontros nos dias 7 e 8, e conta com Luca Brecel, Mark Selby, Barry Hawkins, Neil Robertson (se o australiano não se enganar de novo), Jack Lisowski, Jimmy Robertson e Ryan Day, enquanto que, para o Grupo 2, com jogos a 9 e 10, estão já determinados Kyren Wilson, Stuart Bingham e Gary Wilson, que esperam pelo 2.º a 5.º classificados do Grupo 1, repescados, para formar o septeto que irá disputar a vitória. A Fase Final da competição  englobará os vencedores de sete grupos, em março.

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias