Augusto Inácio: «Quando se perde, o treinador é solitário»

Aves 05-10-2019 19:08
Por Redação

Augusto Inácio, treinador do Desportivo das Aves, lamenta derrota frente ao Tondela num encontro em que «não houve grandes oportunidades» e afirma que «quando se perde, o treinador é solitário».

 

O técnico considera que o Aves perdeu por um «autogolo antecedido de um penálti» a favor da sua equipa, que o árbitro não assinalou. «Não entendo como o árbitro nem o vídeoárbitro não conseguem ver aquela penalidade», indica. Além dos apontamentos feitos à arbitragem, Augusto Inácio considera que «foi um jogo amarrado na primeira parte, em que não houve grandes oportunidades.»

 

«Como o empate não chegaria, na segunda parte tive de alterar o sistema para ir à procura do golo e acabámos por perder um jogo que queríamos ganhar, mas que infelizmente não conseguimos», confessa o treinador do Aves.

 

Em relação às críticas dos adeptos, o técnico considera ser «normal que os adeptos se manifestem quando as coisas não correm bem». «Os adeptos não querem saber se temos um plantel novo, se não temos centrais, se temos penáltis a nosso favor e o árbitro não marca. Quando se perde, o treinador é solitário», salienta.

 

Por fim, o técnico manifesta vontade de dar a volta por cima da derrota sofrida este sábado, garantindo que irá focar-se em «trabalhar, acreditar e dar confiança aos jogadores».

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias