Neil, Allen e Kyren eliminados em Guangzhou

Snooker 25-09-2019 15:46
Por António Barroso

Uma gripe e febre forçaram esta quarta-feira o australiano Neil Robertson, de 37 anos, quarto da hierarquia e campeão mundial em 2010, a desistir do China Championship, prova da época 2019/2020 da World Snooker a decorrer até domingo, dia 29 do corrente mês, durante o encontro dos 16avos de final diante do inglês Matthew Selt, de 34 anos, 30.º da hierarquia, e ficar afastado do torneio na cidade chinesa.

 

Robertson ainda esteve a ganhar 1-0, jogou mais três parciais, mas a 1-3 não resistiu à maleita e foi forçado a abandonar, concedendo a vitória ao seu adversário: o duelo terminou aí, com Neil a ceder e a não se jogar, sequer, além do quarto parcial. Segundo do top 10 a cair esta quarta-feira em Guangzhou – O’Sullivan não marca presença no torneio, Ding Junhui foi eliminado na ronda anterior, Neil Robertson já ficara pelo caminho antes – foi o inglês Kyren Wilson, de 27 anos, oitavo da tabela, eliminado (3-5) pelo iraniano Hossein Vafaei, de 25 anos, 41.º da hierarquia.

 

Terceira grande surpresa desta quarta-feira começou a desenhar-se com 0-2 e 3-4: o norte-irlandês Mark Allen, de 37 anos, sétimo da hierarquia mundial, ficou pelo caminho (4-5) ante o tailandês Noppon Saengkham, de 27 anos, 39.º da hierarquia. E reduzem-se a cinco os sobreviventes do ‘top 10’ ainda em prova.

 

Tranquilos e serenos continuaram outros dos favoritos, a começar pelo número um e campeão mundial, o inglês Judd Trump, de 30 anos, que não cedeu um parcial (5-0) e anotou mais uma centenária ante o chinês Zhou Yuelong, de 21 anos, 36.º da hierarquia: irá defrontar na quinta-feira, nos oitavos de final – o compatriota e veterano (45 anos) Joe Perry, 17.º da tabela mundial.

 

Também o inglês Mark Selby, de 36 anos, sexto da hierarquia e tricampeão mundial (2014, 2016 e 2017), vencedor do torneio em 2018 e a defender o título, bateu o compatriota Martin Gould, de 38 anos, 35.º da tabela mundial, por 5-2 – com mais uma centenária, 122 pontos, a fechar o encontro, no sétimo e último parcial – e marcou encontro quinta-feira, nos oitavos, ante o compatriota Chris Wakelin, de 27 anos, 49.º da hierarquia.

 

Ainda entre a imensa armada inglesa, Shaun Murphy, de 37 anos, 14.º da hierarquia (e campeão mundial em 2006), suplantou o galês Ryan Day, de 39 anos, 20.º do ranking, por 5-3, também com uma centenária no registo do duelo: segue-se, no caminho para o mágico Murphy, que tenta terceira final consecutiva em torneios da época e em solo chinês – perdeu a do International Championship para Trump, e a do Xangai Masters para Ronnie O’Sullivan -  o compatriota Matthew Selt, quinta-feira, nos oitavos de final.

 

Já o escocês John Higgins, de 44 anos, quinto da hierarquia e tetracampeão mundial (1998, 2007, 2009 e 2011), ultrapassou o chinês Li Hang, de 28 anos, 40.º da hierarquia, por 5-3, e irá defrontar o compatriota (naturalizado também norueguês) Kurt Maflin, de 36 anos, 44.º da tabela mundial, nos oitavos de final.

 

Por seu turno, Mark Williams, de 44 anos, terceiro da hierarquia e tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) chegou a 4-0 mas experimentou dificuldades (5-3) ante o chinês Luo Honghao, de 19 anos, 70.º da tabela mundial: o galês medirá forças quinta-feira, nos oitavos de final, ante o belga Luca Brecel, de 24 anos, 25.º do ranking.

 

O China Championship, prova da época 2019/2020 da World Snooker pontuável para o ranking, iniciou-se na segunda-feira, dia 23, e decorre até domingo, dia 29 do corrente mês, em Guangzhou (China). A prova, transmitida para Portugal (EuroSport) distribui 751 mil libras (850.595 euros) de prémios, das quais 150 mil libras (169.893 euros) ao campeão: Mark Selby defende o título (10-9 a John Higgins na final de 2018).

 

Os jogos em Guangzhou são à melhor de nove parciais até aos quartos de final, inclusive (de 5-0 a possíveis 5-4), com as meias-finais à melhor de 11 possíveis partidas (de 6-0 a possíveis 6-5) e a final à melhor de 19 frames: é campeão o primeiro a vencer dez (de 10-0 a possíveis 10-9).

 

Jogos dos 16avos de final, esta 4.ª feira (apurados a negro):

Mark Selby-Martin Gould, 5-2

Mitchell Mann-Barry Hawkins, 1-5

John Higgins-Li Hang, 5-3

Jordan Brown-Kurt Maflin, 3-5

Luca Brecel-Mark Joyce, 5-0

Matthew Stevens-David Gilbert, 2-5

Joe Perry-Stephen Maguire, 5-3

Zhou Yuelong-Judd Trump, 0-5   

Chris Wakelin-Yan Bingtao, 5-2

Xiao Guodong-Zhao Xintong, 3-5

Ryan Day-Shaun Murphy, 3-5

Matthew Selt-Neil Robertson, 5-1     

Mark Williams-Luo Honghao, 5-3

Noppon Saengkham-Mark Allen, 5-4

Kyren Wilson-Hossein Vafaei, 3-5

Jack Lisowski-Anthony McGill, 3-5

 

Oitavos de final, 5.ª feira (hora de Lisboa):

Mark Williams-Luca Brecel (7.30 horas)

David Gilbert-Noppon Saengkham

Hossein Vafaei-Anthony McGill

Joe Perry-Judd Trump   

Mark Selby-Chris Wakelin (12.30 horas)

Zhao Xintong-Barry Hawkins

John Higgins-Kurt Maflin

Shaun Murphy-Matthew Selt

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias