«Nunca pensei que Salah fosse tão bom»

Liverpool 23-09-2019 17:05
Por Redação

Foi em Junho de 2017 quando o Liverpool, já com Jurgen Klopp ao leme, decidiu investir cerca de 40 milhões de euros para contratar Mohamed Salah à Roma, possibilitando o regresso do egípcio à Liga Inglesa, onde já tinha representado o Chelsea.

 

O extremo de 27 anos revelou-se umas das grandes estrelas do futebol mundial, algo com o qual o técnico germânico não contava. «Não, claro que não pensei que ele fosse tão bom… Acho que nem o Mo via isso, mas as coisas são assim», começou por dizer Klopp ao LiverpoolEcho.

 

«Todos temos os nossos sonhos e o Mo, garanto, sonha alto e quer alcançar muito. A forma como jogamos favorece-o, o estatuto que tem desde o primeiro dia também o ajuda. Era diferente para ele nos outros anos, nem temos de falar no Chelsea. Jogava num papel diferente e até na Roma, onde tinha o Dzeko a jogar ao lado dele, que era o homem decisivo, era dar-lhe a bola», explicou o treinador campeão europeu.

 

Acompanhado por Roberto Firmino e Sadio Mané, os três formam um dos tridentes ofensivos mais concretizadores do mundo, algo que os difere de outros clubes, utilizando o Barcelona como exemplo. «No Barcelona, é Leo Messi e coisas assim, tens várias equipas dessas, aqui não temos isso. Ele preencheu um lugar que não tínhamos naquele momento com os dois 'cavalos de trabalho' à volta dele, o Bobby (Firmino) e o Sadio. E são uma linha ofensiva bastante boa!», concluiu.

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias