Há no Benfica quem possa convencer Ansu Fati a representar Portugal

Seleção 21-09-2019 14:53
Por Pedro Cadima

Ansu Fati é o nome do momento em Espanha. E não só. Estrela em ascensão no Barcelona, o jovem de 16 anos tem dado que falar um pouco por todo o mundo futebolístico.

 

As boas exibições do guineense ao serviço da equipa catalã não passaram despercebidas. Atentos, os responsáveis da federação espanhola trataram de acelerar o processo com vista à obtenção da dupla nacionalidade. Porém, também Portugal poderá ser hipótese para o jovem talento.

 

A porta é aberta por Bori Fati, pai da pérola do Barcelona. Umaro Embaló, 18 anos, extremo da equipa B do Benfica, pode ter importante papel a desempenhar.

 

«O meu sonho era ver o Ansu a jogar por Portugal e acredito que esse também era o sonho do meu filho. Agora é difícil. Tive contactos há algum tempo com um secretário-técnico do futebol de base da federação, chamado Joaquim Milheiro. Falámos muito bem e ficamos de falar no dia seguinte para deixar as coisas arrumadas. Mas essa pessoa não me voltou a ligar. Depois surgiram estes jogos do Ansu e a pressão da Espanha agora é muito forte, está todos os dias nos jornais e eu já fui procurado diretamente pelo presidente da Federação Espanhola», explica Bori Fati, em declarações a A BOLA, naturalmente sensibilizado com o esforço dos nossos vizinhos. Portugal é que poderá vir a penitenciar-se por esta perda, pois o pai reconhece que seria muito fácil ao emergente craque do Barcelona representar as cores nacionais.

 

«Ele sente-se como português e eu também o sinto. E seria fácil isso acontecer, bastava só o Umaro Embaló, do Benfica, o convencer. É o grande amigo… falam-se todos os dias. Está nas mãos do Ansu, ele vai tomar a decisão. Sei que ele gostava de vestir a camisola de Portugal, porque encontraria alguns conterrâneos e outros africanos. Em casa anda sempre com uma camisola da seleção que lhe foi dada pelo Umaro Embaló», desvenda Bori Fati.

Ler Mais
Comentários (75)

Últimas Notícias