Mignolet explica nega ao Benfica: «Nem sequer contrataram um guarda-redes...»

Benfica 18-09-2019 10:36
Por Redação

Simon Mignolet foi um dos guarda-redes apontados ao Benfica durante o defeso, tendo sido igualmente associado ao FC Porto. O internacional belga, que diz ter recebido oferta formal do clube da Luz, explica porque optou por deixar o Liverpool e regressar ao país natal, para representar o Club Brugge.

 

«Os clubes avaliaram o custo do que teriam de me pagar e também ao Liverpool. Para equipas como Crystal Palace, Bournemouth ou Aston Villa, era demasiado… E o mesmo se aplica a FC Porto e Benfica. Eles foram muito concretos», começou por explicar o guardião, 31 anos, em entrevista ao jornal belga Het Nieuwsblad.

 

Para Mignolet, a liga belga nada fica a dever à portuguesa.


«FC Porto e Benfica atingem os quartos de final da Liga dos Campeões, mas jogar em Guimarães ou na Madeira não é diferente dos jogos da liga belga. De resto, estaria a quatro horas de avião de casa e, à exceção dos jogos da Champions, desapareceria completamente dos olhos dos adeptos belgas e do selecionador», argumentou, antes de falar, em concreto, da proposta que terá recebido do emblema da Luz.

 

«A oferta do Benfica não era, nem de perto nem de longe, melhor que a do Club Brugge. Aqui, o presidente e o treinador falaram comigo e a escolha foi fácil. Com o Benfica nada se concretizou. A melhor prova é que acabaram por nem sequer contratar um guarda-redes», observou.

Ler Mais
Comentários (59)

Últimas Notícias

Mundos