«Quando Mourinho saiu, Drogba estava destruído, em lágrimas»

Chelsea 13-09-2019 23:00
Por Redação

José Mourinho abandonou pela primeira vez o Chelsea em 2007, e Steve Sidwell fazia parte do plantel londrino nessa altura, garantindo que o plantel ficou desfeito, em especial o costa-marfinense Didier Drogba.

 

«A saída mais difícil foi o José no Chelsea. Muitos jogadores estavam com ele há muito tempo e tinham uma cultura de família. Jogámos com o Rosenborg na Champions, perdemos ou empatámos e fomos chamados no dia seguinte. Estávamos no balneário e a reunião foi por cima, mas soubemos que o Mourinho ia sair. Ele desceu, só lá estava há uns meses mas ele foi despedir-se a um e um, havia gente a chorar», revelou, ao Joe.co.uk.

 

Drogba era o que se encontrava em pior estado. «Drogba estava destruído, em lágrimas. Toda a gente estava chocada. Ele deu a volta por toda a gente e estavam todos destroçados», confessou.

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias