Carvalhal lamenta pausas: «Temos pouca competição em Portugal»

Rio Ave 07-09-2019 16:52
Por Salvador Leal

Carlos Carvalhal comparou este sábado o calendário do Rio Ave e do V. Guimarães, referindo que também gostaria de entrar mais vezes em campo, dando o exemplo de quando treinava em Inglaterra. 

 

«Tenho uma resposta curiosa quanto às pausas. tenho estado habituado a uma dinâmica de não ter uma hora de tempo livre. Tinha uma dinâmica de jogar à terça.feira e ao sábado. Não tínhamos tempo para celebrar por ter ganho nem fazer tempo de luto. Não vou dizer que estou de férias mas comparado com uma semana de trabalho, é metade do que estava habituado pois tenho metade dos jogos. Eu quero jogos. Precisamos de jogos. Não vim para Portugal para ser crítico em relação à calendarização. Só gostaria de dizer que, por exemplo, no mês de Dezembro em Inglaterra existem muitos jogos, onde as pessoas têm mais dinheiro, tal como cá, onde as pessoas recebem o 13.º mês e os emigrantes regressam para passar a quadra natalícia. E estão pessoas a trabalhar nessa altura, nos Restaurantes, Seguranças, Polícias, Bombeiros, etc. e nós estamos aqui para entreter as pessoas, porque a minha profissão é entreter as pessoas e fazer com que elas aproveitem o futebol como um escape das suas duras vidas diárias. Assim teriam um estádio para fazer isso, para gritar, apoiar a sua equipa e às vezes insultar. É para isso que o futebol serve - entreter as pessoas. Isso faz-se com jogos. Só que as paragens internacionais terão que ser respeitadas pois é a nível planetário. Tirando isso penso que temos muito pouca competição em Portugal, tirando aqueles que estão nas competições europeias. No primeiro anos fora fiz 56 jogos todos a doer e aqui em Portugal farei... metade. Deveria haver mais competição. Não queremos estar em euforia uma semana nem de luto uma semana.É a minha opinião.»

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias

Mundos