Desporto em Contexto Escolar e a primazia da Real Casa Pia de Lisboa (artigo de João Marreiros, 13)

Espaço Universidade 12-08-2019 20:12
Por João Marreiros

Foi publicado no passado dia 7 de Abril um artigo sobre a participação desportiva a nível escolar na Real Casa Pia de Lisboa, desde o ano de 1780 até ao ano de 1888, abordando hoje outro período.

 

Entre os anos 1889-1896, a grande preocupação era a palavra de ordem, no seu aspeto global, para no dia 26 de Junho de 1895 ser aprovado o Regulamento para o ensino da ginástica pura e aplicada, na Real Casa Pia de Lisboa.

O enraizamento do Futebol na Real Casa Pia de Lisboa, foi precisamente no ano de 1890, primeiro de uma forma espontânea pelo Jogo da Cheia (um jogo de bola que consistia apenas em mandá-la o mais alto possível) e, depois, de uma forma organizada pela formação de uma Equipa Escolar.

 

A Real Casa Pia de Lisboa adotou no ano de 1893 a prática do futebol que então se generalizava aos clubes da capital e a seguir ao Porto. Também neste ano é fundado o Club Gymnastico Velocipédico Figueirense.

No ano de 1894, o provedor da Real Casa Pia de Lisboa mandou vir de Inglaterra uma bola de futebol a sério entregando-a ao aluno Januário Barreto, um dos mais apaixonados do jogo.

 

Passavam pouco mais de seis meses, desde que Bruno do Carmo e Januário Barreto haviam trazido para Belém a prática do jogo da bola, quando no dia 16 de Fevereiro daquele ano, no Campo das Salésias nas terras do Desembargador, junto ao Convento das Freiras Salésias em Lisboa, se estreou a equipa da Casa Pia de Lisboa com o Grupo Académico de Futebol, formado por alunos da Escola Politécnica, com o resultado final empatados a zero golos.

Registamos que o Campo das Salésias foi inaugurado em 29 de Janeiro de 1928, sofreu obras de remodelação em 1937 e passou a chamar-se Estádio José Manuel Soares, em homenagem ao jogador Pepe e reinaugurado em 26 de Maio de 2016, desta feita com relva sintética.

 

O período compreendido entre 1894 e 1910, assinalou uma importante fase da história da Educação Física na Casa Pia de Lisboa, durante a qual a instituição ficou profundamente ligada, quer pela atividade que desenvolveu a nível escolar, quer pela ação realizada pelos seus antigos alunos ao processo de implementação e divulgação do futebol, atingindo uma posição de grande destaque, tal como em anos anteriores já acontecera com a prática da ginástica.

O 1º Troféu de Futebol, da única Taça do Rey, a primeira competição existente no nosso País teve como assistente o Rei D. Carlos (1863-1908). Assim o primeiro Lisboa-Porto foi ganho por Lisboa por 2-0 recebendo a taça oferecida pelo monarca.

Também no ano 1894, no dia 22 de Janeiro, apareceu o primeiro jornal desportivo intitulado “O Sport”, defensor da ginástica.

O Sarau no Colyseu dos Recreios realizou-se no dia 15 de Junho de 1895, ou seja, 20 anos após a sua fundação.

A 26 de Junho de 1895 saiu o Regulamento para o ensino da Gymnastica Pura e Aplicada, aprovado por Portaria nº 209 da Real Casa Pia de Lisboa.

Nasce na Real Casa Pia de Lisboa em 1896, o gosto pela atividade desportiva de um modo geral e pelo futebol em particular. Curiosamente neste ano realizou-se a primeira edição dos Jogos Olímpicos da era moderna, celebrados na cidade de Atenas na Grécia.

 

A 22 de Janeiro de 1898, o grupo Escolar de Futebol da Real Casa Pia de Lisboa, capitaneado pelo pintor Pedro Guedes, vence por 2-0, a grande potência futebolística de Lisboa até então “imbatíveis”, mestres ingleses do Carcavelos Club, constituído por empregados do Cabo Submarino, naquela que seria a primeira vitória de uma equipa portuguesa sobre uma equipa estrangeira. Desde 1894 que a Real Casa Pia de Lisboa se afirmava como uma das mais valorosas equipas da capital. Pedro Guedes, o ex-aluno, pintor e professor na Casa Pia, foi o capitão da equipa de futebol que venceu o Carcavelos.

A colocação do Cabo Submarino de Lisboa para a América do Norte, teve o seu início no reinado de D. Pedro V (1853-1861).

A Revista “O Tiro Civil”, de 15 de março de 1899, dá conta da iniciação de uma classe de Tiro de alunos da Casa Pia, na carreira de tiro de Pedrouços, propriedade da União dos Atiradores Civis Portugueses, publicando um ofício datado de 27 de Fevereiro do Provedor Interino, Luiz de Sequeira Oliva, para o Presidente da União dos Atiradores, na qual indica o nome de 22 alunos para se iniciarem na prática do Tiro. Em 15 de Julho a mesma revista publica a classificação do Concurso Nacional de Tiro com a participação de diversos estabelecimentos de ensino realizado em 2 de Julho: 1º Lugar José Honorato de Mendonça Júnior do Colégio Arriaga, 12º José Nogueira, 19º Adolpho A.S. Almeida, 23º Joaquim de Sousa, 27º Henrique dos Santos Silva, 29º Joaquim Ramos Antunes, 31º Manuel da Costa 36º e último Carlos Santos Ribeiro, todos da Real Casa Pia de Lisboa que teve o maior número de participantes.

No ano de 1900, a Casa Pia faz-se representar no Campo Escolar de Tiro Civil patrocinado pelo Ministério da Guerra.

No dia 13 de Dezembro de 1901, Cosme Damião, Alves da Mota e Joaquim Bento, requisitaram ao subdiretor da Real Casa Pia de Lisboa uma autorização para comprar uma bola, para com ela jogar um grupo recém-formado por 14 elementos. O documento era acompanhado de uma lista de subscritores de 200 réis cada, e de um regulamento para a prática do futebol por esse grupo. Foi assim criada uma equipa escolar.

 

O Ginásio Clube Português introduz a ginástica sueca em Portugal. Promovendo a abertura de classes a suas expensas, em escolas pobres de Lisboa. Entretanto em 1902, o Governo decretou a obrigatoriedade da ginástica nos Liceus.

Cosme Damião, com 17 anos, termina com sucesso a escolaridade obrigatória, como aluno médio e com destaque na Educação Física ganhando o direito de fazer o seu aprendizado, um género de estágio preparado e providenciado pela Real Casa Pia de Lisboa, sob a responsabilidade de sua mãe. Foram concedidos à mãe os subsídios de 30 mil reis durante um ano, e 15 mil reis durante o segundo ano e último ano de aprendizado, pagos mensalmente.

 

No dia 28 de Fevereiro de 1904, um grupo de ex-alunos casapianos, onde se destacava Cosme Damião cria nas traseiras da Farmácia Franco, na zona de Belém, o Sport Lisboa uma única secção, de Futebol.

 

No ano seguinte, 1905 a Educação Física passou a ser obrigatória no Ensino Secundário.

O ano da fundação do Sporting Clube de Portugal (1906), tinha quase a totalidade das suas equipas constituídas por casapianos.

No ano seguinte houve um grande Interesse dos alunos da Casa Pia pelo Jogo da Péla. Consistia em atirar uma bola (Péla) de um lado para o outro com a mão ou com o auxílio de um instrumento, sendo também considerado um dos ancestrais do ténis.

Entretanto em Tomar o casapiano José Leitão (1908), sagra-se campeão de Tiro Civil, ganhando como prémio um relógio de ouro.

No ano letivo de 1908/1909, foi realizado o primeiro campeonato escolar de futebol, organizado pela recém criada Liga Portuguesa de futebol, com a participação das seguintes escolas: Liceu da Lapa; Liceu do Carmo; Liceu de S. Domingos; Escola Politécnica; Instituto Comercial; Instituto Industrial; Colégio Militar (1803); Escola Académica; Colégio Estefânia e a Casa Pia de Lisboa, tendo sido vencedor o Liceu da Lapa, mais tarde Pedro Nunes.

Também no ano de 1909, no velódromo de Palhavã, realiza-se uma grande parada de ginástica com várias escolas de Lisboa.

No ano letivo seguinte realizou-se o segundo campeonato escolar de futebol com os mesmos Liceus e Escolas do ano anterior e o mesmo vencedor, o Liceu da Lapa (Pedro Nunes).

 

Foi feita a primeira tentativa no ano de 1910 para criar uma associação desportiva que viesse a reunir todos os antigos alunos da Casa Pia de Lisboa, fundando-se o Grupo Desportivo Luz Soriano. É fundada em 23 de Setembro a primeira associação, precisamente a Associação de Futebol de Lisboa.

 

Saiu no ano letivo de 1910/1911, o Guia dos Alumnos Matriculados nos Lyceus, assim como o Annuario para esse mesmo ano letivo.

As primeiras preocupações concernentes à organização da Educação Física em Portugal, surgiram no ano de 1911, com o Projecto de Organização do Ensino da Educação Physica Nacional, editado pela Sociedade Promotora da Educação Physica Nacional.

Entre os anos de 1911 e 1941, foi a consolidação da organização desportiva da Casa Pia, bem como a introdução do ensino da ginástica sueca e da natação, assim como a fundação da Casa Pia Atlético Clube e 3 de julho de 1920.

Em 10 de Outubro de 1912 foi criada a Associação Escolar da Casa Pia de Lisboa que, desde os primeiros tempos se notabilizou nas várias manifestações desportivas escolares em que participou em competição com as escolas e liceus da capital. Dados os seus antecedentes, o futebol continuou a ser o desporto número um dos casapianos. Durante vários anos a Associação Escolar fez-se representar em todas as três categorias que compreendia o Campeonato Interescolar.

No período compreendido entre os anos 1912 e 1918 houve a preocupação com os programas de Educação Física e com a sua preparação para o ensino primário. Realizaram-se Campeonatos Escolares de Basquetebol e de Atletismo. A Associação dos Alunos alcançou boas vitórias, sendo a mais brilhante conseguida em 1913, durante as Jornadas de Educação Física interescolares, organizadas pela Sociedade Promotora da Educação Nacional.

Foi definitivamente instituído em 1913 o Ministério de Instrução Pública.

Durante as Jornadas de Educação Física interescolares organizadas pela Sociedade Promotora da Educação Nacional a Associação de Alunos alcançou boas vitórias no futebol e na luta de tração à corda, um dos desportos mais populares da época.

 

Em 24 de Agosto o casapiano Cosme Damião, funda o jornal “Sport de Lisboa”, que seria o primeiro jornal desportivo editado como órgão oficial de um clube, se não contarmos com o “Sport” de 1893, criado pelo Ginásio Clube Português que apenas publicou quatro números.

 

No ano de 1914 foi realizado o Concurso Interescolar das classes gímnicas da Casa Pia para em Dezembro do ano seguinte, as classes gímnicas da Casa Pia serem integradas no programa do 1º Congresso Nacional de Educação Física promovido pelo Ginásio Clube Português.

Em 1916 realizou-se o 1º Congresso de Educação Física em Portugal. No âmbito das atividades da Associação Escolar e através de um acordo com o Ginásio Clube Português também a natação teve um desenvolvimento assinalável, assim como o polo aquático.

 

No dia 4 de Novembro de 1918, é fundado o Lisboa Ginásio Clube e no ano seguinte a Associação Escolar dinamizou a patinagem, sendo fundado a 3 de Julho de 1920, o Casa Pia Atlético Clube.

No ano de 1923 o Professor Luís da Câmara Leme era o Coordenador dos Serviços de Educação Física, sendo o Professor Aníbal Ramos o responsável pela ginástica corretiva.

A organização internacional mais antiga da Educação Física (Fédération Internationale d’Éducation Physique - FIEP) é criada no ano de 1923.

 

Decorria o ano de 1924 quando da inauguração em Dezembro do Campo de Jogos no Restelo no denominado Campo do Pau de Fio.

 

O casapiano Vasco Jacob introduz o Basquetebol no Sporting Clube de Tomar no ano de 1928, já bem longe da cerca da Casa Pia. Na época de 1935/36 Vasco Jacob organiza as primeiras equipas de Basquetebol feminino no mesmo clube.

É fundada a Federação Portuguesa de Ginástica no ano de 1950.

 

A Casa Pia agraciou o União de Tomar, o clube mais disciplinado, com o Troféu Ricardo Ornelas na época de 1969/70.

Mais recentemente, a 3 de Julho do ano 2000, foi criado o Centro Cultural Casapiano, com o objetivo de conservar a cultura da instituição, contando com um vasto arquivo histórico na sua biblioteca César da Silva, sobre o desenvolvimento desportivo na instituição Casa Pia.

 

João Marreiros é Professor Associado no Ensino Universitário

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias