Aguirre não resiste ao falhanço no CAN e é demitido

Egito 07-07-2019 17:58
Por Redação

O mexicano Javier Aguirre, de 60 anos, não resistiu ao falhanço do Egito no CAN e foi demitido após a eliminação aos pés da África do Sul, nos oitavos de final da prova na qual os egípcios eram os anfitriões.

 

Aguirre acabou por estar menos de um ano no cargo, já que substituiu Hector Cuper em agosto de 2018, após a eliminação na fase de grupos do Mundial da Rússia.

 

Também Hany Abo Rida, presidente da federação de futebol do Egito, resignou ao cargo, entendendo que essa decisão se tratava de «uma obrigação moral».

 

 

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias