Organização responde a acusações de Messi

Copa América 07-07-2019 13:26
Por Redação

A Confederação Sul-americana de futebol (Conmebol) divulgou uma nota em que repudia as acusações feitas por Lionel Messi, após a vitória da Argentina sobre o Chile (2-1) no jogo de atribuição do terceiro lugar na Copa América. O jogador do Barcelona, que foi expulso aos 37 minutos, não quis receber a medalha de bronze e falou em corrupção, referindo que «não dexiaram a Argentina chegar à final».

 

Sem referir o nome do jogador, a Conmebol diz que «um dos pilares fundamentais do fairplay é aceitar os resultados. «É inaceitável que em função de incidentes próprios da competição, que contou com 12 seleções em igualdade de condições, se lancem acusações infundadas que faltam com a verdade e põem em discussão a integridade da Copa América. Tais acusações representam uma falta de respeito para com a competição, a todos os futebolistas participantes e às centenas de profissionais da Conmebol, instituição que desde 2016 vem trabalhando incansavelmente pela transparência, profissionalização e desenvolvimento do futebol sul-americano», refere a nota.

 

 

Messi sai da Copa América com um golo marcado, de penálti, no empate 1-1 com o Paraguai.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (30)

Últimas Notícias