Antigo presidente Morsi morre em tribunal

Egito 17-06-2019 21:31
Por Redação

Mohamed Morsi, presidente entre junho de 2012 e julho de 2013, morreu, esta segunda-feira, em plena sala de tribunal.

 

Derrubado do poder em 2013, Morsi, o então líder da Irmandade Muçulmana, foi condenado à morte, em 2015, sentença revogada por um tribunal superior em 2016.

 

De acordo com a estação britânica BBC, estava a ser julgado num novo processo, por crimes de espionagem.

 

Morsi tinha 67 anos e subiu ao poder em 2011, sucedendo a Hosni Mubarak.

 

Segundo os meios de comunicação egípcios, terá sofrido um ataque cardíaco.

 

De acordo com um dos filhos, Ahmed Morsi, o antigo chefe de estado estaria a enfrentar vários problemas de saúde que foram «ignorados pelas autoridades».

 

Com o voto de 11 milhões de egípcios, Morsi tornara-se em 2012 o primeiro presidente eleito democraticamente, após a queda do regime de Mubarak.

 

No entanto, o golpe militar que destituiu Morsi ocorreu depois de milhões de pessoas se terem manifestado durante dias nas ruas acusando-o de estar a concentrar o poder nas mãos de islamitas.

Ler Mais

Últimas Notícias

Mundos