O ultimato de Nedved: «Se Allegri ficar, eu saio»

Juventus 18-05-2019 16:23
Por Redação

Foi esta a posição do vice-presidente da Juventus, Pavel Nedved, juntamente com o diretor desportivo Fabio Paratici juntamente do líder máximo do clube Andrea Agnelli, segundo escreve o Corrierre dello Sport na edição deste sábado.

 

Um ultimato que acabou por resultar na saída do treinador Maximo Allegri depois de cinco anos no comando técnico da equipa. As divergências entre Allegri e Nedved devem-se ao facto de o treinador ter manifestado o desejo de revolucionar o plantel, decisão que não foi bem recebida pela restante estrutura do clube.

 

Informação que foi comentada por Allegri na conferência de imprensa de despedida, neste sábado:

 

«A relação com o presidente, com Nedved e Paratici continuam a ser excelentes. Crescemos juntos e chegou o momento certo para nos separarmos. Nedved e Paratici são jovens, mas estão a tornar-se diretores importantes. Escrevem-se coisas que não são corretas – que pedi um contrato longo, uma revolução no plantel, mas nunca chegámos a esse ponto.»

 

«Também escreveram sobre quatro ou cinco reuniões, mas o que houve foi uma reunião e um jantar com o presidente, com Nedeved e Paratici. Depois percebemos que não havia condições para continuar. Como homem de decisões, o presidente decidiu. Foi tudo mais simples do que possam pensar.»

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias