Slash admite que quando saiu dos Guns N’ Roses viciou-se em álcool e drogas

Música 18:03
Por Redação

O guitarrista norte-americano Slash, 53 anos, deu, recentemente, uma entrevista ao site Belfast Live, na qual admitiu ter ficado viciado em álcool e drogas quando saiu dos Guns N’Roses.

 

Os excessos, contou, começaram após abandonar a banda liderada por Axl Rose, em 1996.

 

«Andei a beber até cair, andava a tocar por todo o lado, não sabia para onde ia e não tinha ideia do que iria fazer no futuro. Foi uma loucura», explicou.

 

«Tinha deixado a banda, estava a meio de um divórcio, tinha problemas com a editora. Era uma verdadeira vida rock n' rol…. mas no mau sentido», juntou.

 

«A segurança que sentia quando estava nos Guns, esfumou-se. Além de beber muito, consumi drogas até 2005». E nem os Velvet Revolver, que formou em 2002, ajudaram.

 

«Continuei perdido e a dada altura percebi que nada me fazia recordar os primeiros tempos em que consumi drogas. Foi uma época miserável… Depois percebi que o álcool já não me fazia nada e que tinha mesmo de parar», afirmou ainda, completando:

 

- Tinha dois filhos e não podia estar junto deles. Entendi que tinha de ir para uma clínica para limpar o organismo. Saí de lá feliz e direcionei toda a energia que estava a colocar na autodestruição na música.

 

De momento, Slash encontra-se em digressão com Myles Kennedy e os Conspirators, com os quais esteve recentemente em Lisboa.

 

«Estar nesta banda e nos Guns N' Roses constitui, provavelmente, um dos meus melhores períodos, profissionalmente falando», garantiu.

Ler Mais

Últimas Notícias