Mundial-2018 rende 5,3 milhões a clubes portugueses

FPF 04-12-2018 16:45
Por Redação

A FIFA anunciou esta terça-feira a distribuição de cerca de 184 milhões de euros por 416 clubes, ao abrigo do programa de benefícios do Mundial-2018. Este fundo destina-se a ajudar os clubes que nos dois anos que antecederam a competição, ou seja a partir de 2016, tiveram atletas que marcaram presença na Rússia.

 

Os valores diferem consoante a prestação dos jogadores e é preciso que cada clube se aplique aos mesmos de forma a recebê-los. À Federação Portuguesa de Futebol foram entregues cerca de 5,3 milhões de euros que vão ser distribuídos por oito clubes.

 

O Sporting é o clube que recebe a maior parcela, com 1,78 milhões a irem a parar aos cofres leoninos pelas prestações de Marcos Acuña, Sebastian Coates, William Carvalho, Adrien Silva, Bruno Fernandes, Gélson Martins e Beto.

 

Segue-se o Benfica com 1,5 milhões de euros, fruto das prestações de Sálvio, Rúben Dias, Jiménez e Zivkoivc. O FC Porto aparece no terceiro posto com Maxi Pereira, Ricardo Pereira, Herrera e Corona a garantirem 1,47 milhões de euros para os cofres dos dragões.

 

Fora dos três grandes, o destaque vai para o Vitória de Guimarães que acumulou cerca de 209 mil euros devido à presença de Hurtado, na seleção do Peru. O Marítimo recebeu 168 mil euros com os dois guarda-redes da seleção do Irão: Amir Abdzeadeh e Alireza Haghighi. De resto, a presença de Abdezadeh permitiu ao Barreirense candidatar-se a 33 mil euros.

 

Etebo rendeu 118 mil euros ao Feirense e Abdullah Shehu significou 17 mil ao União da Madeira.

 

Distribuição dos rendimentos

Valor a distribuir 5,3 milhões de euros
Sporting 1,78 milhões de euros
Benfica 1,53 milhões de euros
FC Porto 1,48 milhões de euros
Vitória Guimarães 209 mil euros
Marítimo 168 mil euros
Feirense 118 mil euros
União da Madeira 17 mil euros
Barreirense  33 mil euros
   

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias