«Queremos muito os três pontos»

Tondela 08-02-2019 14:59
Por Arménio Pereira 

«O Vitória de Guimarães é uma equipa muito fácil de analisar e identificar mas difícil de anular», esta foi a primeira frase de Pepa na conferência de antevisão ao jogo com os vimaranenses.

 

O Tondela recebe o Vitória de Guimarães este sábado (20h30) e o treinador considera que a equipa de Luís Castro tem as suas ideias bem definidas desde o início da época. «Procuram a profundidade com alguma regularidade quando não conseguem sair apoiados de trás na primeira fase de construção», analisou.

 

Os elogios ao Vitória de Guimarães foram mais longe: «É uma equipa muito bem orientada, com um plantel incrível e uma equipa muito bem construída no defeso», já para não falar dos adeptos: «O Vitória mete impressão pela positiva quem nos dera que fossem mais estádios com este ambiente», frisando as boas relações institucionais entre os dois clubes. Pepa reconheceu que o Vitória de Guimarães tem objetivos completamente diferentes do Tondela. Dado curioso é o facto de Luís Castro visitar o Estádio João Cardoso pela terceira vez, primeiro como treinador do Rio Ave, depois, com o Chaves e agora pelo Vitória de Guimarães. «Passou por três clubes diferentes e ainda continuo cá». Em todas as equipas do treinador não fugiram do que era esperado o que reflete a sua competência. «Lembro-me de ano passado ter dito que se houvesse treinador que pudesse trocar de camisola era com ele. Reconheço muita competência e dá muito ao futebol português», elogiou.

 

Para o Tondela contrariar a ambição vimaranense, Pepa considera que os seus jogadores têm de ser iguais a eles próprios para o bom e a roçar a perfeição. «Prevejo um bom jogo com golos, emotivo e queremos muito os três pontos», elogiando as últimas exibições da equipa. «Agressiva, organizada, muito objetiva na procura do golo e eficazes na transição defensiva», concretizou.  

Pepa deixou ainda uma ideia interessante do que poderá vir a ser o que falta jogar da Liga. «As equipas mais equilibradas em termos emocionais, equipas técnicas, jogadores, de direção, de adeptos são as equipas que vão conseguir os seus objetivos», perspetivou.

 

O treinador do Tondela, em relação às últimas arbitragens acredita que não se vai continuar a errar tanto contra à sua equipa. «No primeiro dia em que não acreditar sou o primeiro a sair porta fora daqui de Tondela e de Portugal». Pepa aproveitou ainda para dizer que acha de uma tremenda injustiça em que os seus jogadores possam ser vistos como uma equipa de arruaceiros. «Somos uma equipa agressiva, humilde, trabalhadora, que tenta ganhar os duelos todos. Damos a vida dentro do campo».

 

   

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias