«Seixal: Dor de Sandra no funeral da filha e da mãe» - Correio da Manhã

Revista de Imprensa 10-02-2019 08:25
Por Redação

Dor de Sandra no funeral da filha e da mãe assassinadas pelo 'monstro' do Seixal. Padre fala em Justiça divina para quem não teve Justiça na terra e diz que ninguém tem o direito de tirar uma vida.

Ninguém tem o direito de tirar uma vida e de cometer estes atos tão extremos." Palavras do padre Geraldo proferidas este sábado na despedida à pequena Lara, de dois anos, e à sua avó, Helena Cabrita, assassinadas por Pedro Henriques, que esfaqueou a sogra e asfixiou a filha.

 

As cerimónias fúnebres decorreram com a presença de centenas de pessoas que ampararam a mãe da criança, Sandra, e o avô da menina, Rui Cabrita. O cortejo saiu da capela mortuária da Igreja Nosso Senhor do Bonfim, em Foros de Amora, no Seixal, onde os corpos foram velados, para o cemitério da Amora.»

 

Ler Mais

Últimas Notícias