Gales/Grã-Bretanha no caminho dos títulos

WRC 03-10-2019 07:51
Por José Caetano

A 47.ª edição do WRC acelera para o final da época. Em Gales, com quartel-general em Llandudno, realiza-se a antepenúltima etapa do Mundial: no 75.º Rali da Grã-Bretanha, seis dezenas de inscritos, 1655,24 km, incluindo 312,75 km cronometrados, arrumados em quatro dias de muita ação e 22 especiais, habitualmente duríssimas.

 

Gales-Grã-Bretanha realiza-se em pisos de terra repletos de armadilhas, como pedras e rochas, maioritariamente através de florestas remotas. Em 2019, após 26 anos, a prova regressa ao circuito de Oulton Park, Inglaterra, para uma superespecial com 3,58 km. É a PEC1. A imprevisibilidade das condições climatéricas aumenta a incerteza, com chuva e nevoeiro entre os adversários prováveis dos candidatos à vitória num rali importante para as contas dos títulos (pilotos e equipas).

 

Ott Tänak (Toyota) comanda o campeonato… O estónio, após cinco vitórias em 11 ralis, soma 210 pontos, mas nunca venceu na Grã-Bretanha – em nove participações, 2.º em 2016, ao volante de Ford Fiesta RS WRC, como melhor resultado. O ano passado, foi só 19.º… Em contrapartida, Sébastien Ogier, 2.º no campeonato, com menos 17 pontos, é o piloto mais bem-sucedido na história da prova. Venceu-a em 2013, 2014, 2015, 2016 e 2018.

 

O hexacampeão mundial apresenta-se na Grã-Bretanha motivadíssimo pela 1.ª posição na Turquia. Tratou-se tão-somente da 3.ª vitória em 2019, mas o francês do Citroën C3 WRC, beneficiando dos resultados de Tänak (16.º) e Thierry Neuville (8.º), recuperou o 2.º lugar no campeonato e aproximou-se do topo da classificação, O belga da Hyundai, como o estónio da Toyota, também tem um 2.º lugar em Gales (2017), mas não dispõe de margem de erro e encontra-se em momento menos positivo. Depois das vitórias na Córsega (França) e na Argentina, o piloto do i20 Coupé WRC foi 2.º em Portugal, na 7.ª etapa do Mundial e não conseguiu mais pódios.

 

Por equipas, a Hyundai comanda, com 314 pontos, à frente da campeã Toyota (295). A Citroën é 3.ª (259) e a M-Sport Ford 4.ª (184). Curiosamente, na formação de Malcolm Wilson, regresso à competição de Elfyn Evans, o vencedor da edição de 2017 do Rali de Gales… O galês falhou três ralis do campeonato, devido a lesão.

 

A 75.ª edição do Rali da Grã-Bretanha – 12.ª etapa do Mundial-2019 – também pontua para o WRC2 e coloca ponto final no JWRC. Tom Kristensson lidera entre os pilotos dos Ford Fiesta R2, mas o sueco tem apenas mais um ponto do que o espanhol Jan Solans.

 

Programa:

 

Hoje:

08h00: Shakedown, Gwydir (4,68 km)

16h00: Cerimónia de partida (Liverpool)

19h08: PEC1, Oulton Park (3,58 km)

 

Sexta-feira:

07h18: PEC2, Elsi 1 (11,65 km)

07h46: PEC3, Penmachno 1 (16,19 km)

09h56: PEC4, Dyfnant 1 (19,36 km)

10h53: PEC5, Aberhirnant 1 (10,26 km)  

14h40: PEC6, Elsi 2 (11,65 km)

15h08: PEC7, Penmachno 2 (16,19 km)

15h57: PEC8, State Mountain (1,60 km)

18h11: PEC9, Dyfnant 2 (19,36 km)

19h08: PE10, Aberhirnant 2 (10,26 km)  

 

Sábado:

08h06: PEC11, Dyfi (25,86 km)

10h08: PEC12, Myherin 1 (22,91 km)

11h02: PEC13, Sweet Lamb Hafren (25,65 km)

14h08, PEC14, Dyfi (25,86 km)

15h02: PEC15, Myherin 2 (22,91 km)

16h19: PEC16, Dyfi 2 (25,86 km)

19h13: PEC17, Colwyn Bay (2,40 km)

 

Domingo:

07h28: PEC18, Alwen 1 (10,41 km)

08h08: PEC19, Brenig 1 (6,43 km)

09h26: PEC20, Great Orme (4,74 km)

11h10: PEC21, Alwen 2 (10,41 km)

12h18: PEC22, Brenig 2, Power Stage (6,43 km)

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias