Ferrari não concorda com a decisão dos comissários, mas não vai protestar

Fórmula 1 01-07-2019 12:05
Por Redação

O chefe da Ferrari, Mattia Binotto, não concorda com a decisão dos comissários no GP da Áustria, no passado domingo, ao não punir Max Verstappen pela colisão com Charles LeClerc, que acabou por dar a vitória ao piloto da Red Bull. Porém, a Ferrari não irá protestar.

 

«Acreditamos que a decisão está errada. Leclerc deixou espaço suficiente, não teve culpa. Foi forçado a sair da pista ao colidir com Verstappen. As regras são claras para nós, podemos apreciar ou não, estas foram exatamente as regras aplicadas em corridas anteriores», disse Binotto, segundo o Terra.

 

O chefe da Scuderia, no entanto, referiu que não irá pedir uma revisão, como aconteceu com Vettel: «Nós respeitamos a decisão dos comissários. Eles são os juízes, temos de respeitar isso. Parabéns ao Verstappen, fez uma corrida fantástica, a vitória foi dele.»

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias