Ogier acelera para o sétimo mundial

WRC 05-12-2020 16:16
Por José Caetano

Drama na estreia do Rali Monza no WRC: na 11.ª das 16 especiais da competição com quartel-general do Autódromo Nacional de Monza, em Itália Elfyn Evans, comandante do campeonato, com 111 pontos, mais 14 do que Sébastien Ogier, perdeu o controlo do Toyota Yaris WRC e despistou-se. Curiosamente, apenas alerta do galês impediu que o francês, companheiro de equipa, cometesse o mesmo erro na 2.ª passagem pelos 11,09 km, com o aviso a poder custar-lhe título que nunca venceu, ao contrário do adversário, campeão de 2013 a 2018!

 

Numa prova em asfalto marcada pela adversidade das condições meteorológicas, devido ao gelo e à queda de neve, Ogier, também em Toyota Yaris, encontra-se no comando. O francês, recorda-se, precisa de somar ‘apenas’ mais 15 pontos do que Evans para vencer o Mundial pela 7.ª vez – 1.ª com a marca nipónica, depois de quatro títulos com a VW e dois com a M-Sport Ford.

 

Após o despiste de Evans, o espanhol Dani Sordo, em Hyundai i20 Coupé WRC, subiu à 2.ª posição, a 20,4 s de Ogier, à frente do campeão de 2019 e companheiro de equipa Ott Tänak, 3.º a 22,3 s do francês da Toyota.

 

Hoje, depois da anulação da 12.ª especial, com 22,17 km, precisamente devido ao clima, falta cumprir apenas uma especial, com 10,31 km. O Rali Monza termina amanhã, após mais três especiais e 38,31 km ao cronómetro. A última é a Power Stage. Tem 14,00 km de extensão e distribui pontos de bónus aos cinco pilotos mais rápidos.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias