Seleção olímpica chama Wendel e Bruno Tabata

Brasil 17-08-2019 08:35
Por João Almeida Moreira, correspondente no Brasil

Wendel e Bruno Tabata são os dois portugueses da lista olímpica do Brasil, que vai defender nos Jogos olímpicos de Tóquio o ouro conquistado no Rio de Janeiro em 2016.


Os jogadores, respetivamente médio do Sporting e extremo do Portimonense, vão participar em dois particulares, com Colômbia e Chile, dias 5 e 9 de setembro, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, sob as ordens do selecionador André Jardine.


 Em outubro, primeiro, e em novembro, depois, a seleção olímpica volta a reunir-se em datas FIFA. Em janeiro, entretanto, o torneio pré-olímpico sul-americano, que dará de duas a três vagas para Tóquio, pode entrar em conflito com o calendário dos clubes da Liga portuguesa. A competição está marcada para a segunda quinzena de janeiro (dia 15) e princípio de fevereiro de 2020 (dia 3), extra datas FIFA.


De resto, destaque ainda para Antony, do São Paulo, e Pedrinho, do Corinthians, duas das maiores esperanças da nova fornada. Os 23 chamados são os seguintes: Cleiton (Atlético-MG), Daniel Fuzato (Roma) e Lucão (Vasco), como guarda-redes; Emerson (Bétis), Guilherme Arana (Sevilla), Guga (Atlético-MG), Ibañez (Atalanta), Luiz Felipe (Lazio), Lyanco (Torino), Renan Lodi (Atlético Madrid) e Walce (São Paulo), na defesa.

 

André Jardine chamou ainda seis médios, Allan (Fluminense), Douglas Luiz (Aston Villa), Jean Lucas (Lyon), Mauro Júnior (Heracles), Pedrinho (Corinthians) e Wendel (Sporting), além de seis avançados Antony (São Paulo), Arthur Cabral (Palmeiras), Artur (Bahia), Bruno Tabata (Portimonense), Matheus Cunha (RB Leipzig) e Paulinho (Bayer Leverkusen). 
 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias