Em 2015 o Dnipro disputou final da Liga Europa, em 2019 fechou portas

Ucrânia 02-07-2019 20:15
Por Redação

Ao fim de 101 anos de existência, o Dnipro encerrou portas. O histórico emblema ucraniano falhou o prazo de inscrição nas competições amadoras e terá qualquer atividade futebolística na próxima temporada.

 

Um final abrupto para um clube que em 2015 disputou a final da Liga Europa diante do Sevilha (2-3). Em causa estão os graves problemas financeiros que o clube começou a atravessar em 2016.

 

Propriedade de Ihor Kolomyskyi, o milionário ucraniano deixou de financiar o clube, numa altura em que Juande Ramos e a restante equipa técnica começou a reclamar salários em atraso. Perante estas dividas, a Federação Ucraniana aplicou uma série de sanções (dedução de pontos e proibição de inscrições) que resultaram na despromoção para as competições amadoras de um clube que nunca tinha sequer disputado a segunda divisão.

 

Fundado em 1918, gozou um período de sucesso nos anos 80, onde venceu dois campeonatos soviéticos (1983 e 1988), uma Taça (1989) e duas Taças da Liga Soviética (1986 e 1989). Por este clube passaram ainda alguns nomes sonantes do futebol ucraniano e soviético, casos de Litovchenko, Konoplyanka e Ruslan Rotan.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias

Mundos