«Estou tão ligado ao Shakhtar que vai ser difícil sair»

Ucrânia 03-06-2019 16:00
Por Redação

No meio da especulação que o liga à Roma, Paulo Fonseca concedeu uma entrevista ao jornal ucraniano ProFutbol. O técnico português passou em revistas os anos «maravilhosos» que passou até agora no comando do Shakhtar Donetsk.

 

«Estes três anos foram maravilhosos e cheios de satisfação. Este último foi mais complicado na Liga dos Campeões, sobretudo porque perdemos jogadores importantes como o Bernard, Ferreyra, Srna, Fred e não podemos contar com o Taison e o Marlos, mas mesmo assim lutámos pelos oitavos final praticamente até ao fim», começou por explicar.

 

Quanto a uma eventual saída do Shakhtar, Paulo Fonseca não se adiantou muito.

 

«Sou um treinador ambicioso e muitas coisas podem acontecer no futebol. Não posso dizer nunca, porque não sei que ofertas podem surgir, mas honestamente… Estou tão ligado ao Shakhtar que vai ser difícil sair. Além disso, a minha mulher não ia achar muita piada [risos]», concluiu.

 

Recorde-se que Paulo Fonseca chegou ao Shakhtar Donetsk em 2016, depois de uma temporada no SC Braga. Em três temporadas sagrou-se bicampeão da Ucrânia, venceu três taças e conquistou uma supertaça.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias