Sánchez processa federação e clube: «Quero viver do futebol»

Argentina 07-02-2019 17:45
Por Redação

Macarena Sánchez está no meio de um processo polémico na Argentina. A jogadora de 27 anos vai processar o Urquiza, clube onde atua, e a Federação por não a reconhecerem como futebolista profissional.

 

Em causa está a desigualdade entre a equipa masculina e feminina do Urquiza. Os homens estão a lutar para não cair da terceira divisão, enquanto as mulheres venceram o campeonato na temporada passada.

 

«Eles têm grandes salários e todas as condições para viver só do futebol, nós somos campeãs, vamos a torneios internacionais, mas não nos querem pagar. Somos vistas como inferiores só porque somos mulheres», começou por desabafar ao The Guardian.

 

No Urquiza recebe cerca de nove euros por mês (400 pesos) para cobrir as despesas, um dos clubes que oferece melhores condições às jogadoras femininas.

 

«A grande maioria dos clubes obriga as mulheres a pagar uma mensalidade para jogarem. Muitos não lhes arranjam o material básico para elas jogarem, ou sequer paga ambulâncias e policiamento para os jogos. E depois ainda temos outros que nem sequer pagam o tratamento das lesões», denuncia.

 

Dispensada pelo clube e impossibilitada de assinar por um novo emblema até ao final da temporada, Macarena Sánchez avançou assim com um processo na FIFA de forma a garantir condições básicas de trabalho para a jogadoras na Argentina e tentar com que estas sejam reconhecidas como profissionais.

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias