Sorteio do Mundial anda hoje ‘à roda’ 

Seleção 07-12-2020 10:42
Por Redação

Realiza-se hoje, em Zurique, na Suíça, às 17 horas de Lisboa, em cerimónia virtual, o sorteio de qualificação da zona europeia (UEFA) para o Mundial-2022, no Catar, com 55 países na corrida. A Seleção Nacional de Portugal (5.º lugar no ranking da FIFA) está colocada no pote 1, o que significa que evita os adversários teoricamente mais fortes, nomeadamente Bélgica, França, Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e Países Baixos, além de Croácia e Dinamarca.

O sorteio dividirá as equipas por 10 grupos, cinco deles com cinco seleções e os outros cinco com seis nações, estando já definido que as seleções apuradas para a final four da Liga das Nações (Bélgica, Espanha, Itália e França) vão para os grupos de cinco (mas nunca ficam no mesmo, claro).

Vão apurar-se 13 nações europeias para a fase final que tem lugar no Catar, que se disputará entre 21 de novembro e 18 de dezembro de 2022: os dez vencedores dos grupos e mais três seleções via play-off, de um total de 12 que o vão disputar - os dez segundos classificados nos grupos de qualificação e as duas seleções vencedoras de grupos na última edição da Liga das Nações que tenham melhor ranking e que não tenham conseguido ficar nos dois primeiros lugares do seu grupo de qualificação. Depois, o sistema será semelhante ao play-off do Euro-2020, com as 12 nações a serem divididas por três caminhos, com meia-final e final, apurando-se os três vencedores.

Os jogos de qualificação, em 2021, começam a 24 de março e terminam a 16 de novembro, com os play-offs agendados para 24/25 e 29/30 de março de 2022.

Com base em decisões prévias do Comité Executivo da UEFA, e que têm a ver com questões geopolíticas, o primeiro condicionante do sorteio prende-se com o facto de as seguintes equipas não poderem ficar no mesmo grupo: Arménia/Azerbaijão, Gibraltar/Espanha, Kosovo/Bósnia Herzegovina, Kosovo/Sérvia, Kosovo/Rússia e Ucrânia/Rússia.

Por outro lado, face ao inverno rigoroso em alguns países, que pode colocar em risco a realização de jogos, só dois desta lista de dez países podem ficar no mesmo grupo: Bielorrússia, Estónia, Ilhas Féroe, Finlândia, Islândia, Letónia, Lituânia, Noruega, Rússia e Ucrânia. Note-se, porém, que Islândia e Ilhas Féroe nunca podem ficar juntas, por serem considerados os casos eventualmente mais problemáticos deste lote.

A UEFA anunciou ainda outro condicionante que se prende com aquilo que define por «viagens excessivas» e que implica três destinos: Cazaquistão, Azerbaijão e Islândia. Para o efeito foi criada uma tabela e os países que nela constam não podem ter no grupo mais do que um adversário que provoque essas «viagens excessivas». No caso de Portugal, não pode calhar com Cazaquistão e Azerbaijão, só com um deles.

Eis a composição dos potes:

Pote 1: França, Inglaterra, Portugal, Espanha, Itália, Croácia, Dinamarca, Alemanha, Países Baixos e Bélgica.

Pote 2: Suíça, Gales, Polónia, Suécia, Áustria, Ucrânia, Sérvia, Turquia, Eslováquia e Roménia.

Pote 3: Rússia, Hungria, Irlanda, República Checa, Noruega, Irlanda do Norte, Islândia, Escócia, Grécia e Finlândia

Pote 4: Bósnia-Herzegovina, Eslovénia, Montenegro, Macedónia do Norte, Albânia, Bulgária, Israel, Bielorrússia, Geórgia e Luxemburgo.

Pote 5: Arménia, Chipre, Ilhas Feroé, Azerbaijão, Estónia, Kosovo, Cazaquistão, Lituânia, Letónia e Andorra.

Pote 6: Malta, Moldávia, Liechtenstein, Gibraltar e San Marino



 

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias