«Se queremos ser candidatos, temos de passar esta fase»

Seleção 07-12-2020 18:08
Por Redação

Fernando Santos realizou uma primeira análise ao sorteio da qualificação para o Mundial-2022. Com Sérvia, Irlanda, Luxemburgo e Azerbaijão no caminho, o selecionador nacional assumiu o favoritismo.

 

«Os sorteios não são para analisar, são para jogar e ganhar. Não vou estar em facilidades ou dificuldades, porque para o Europeu também começámos a qualificação com a Sérvia, que íamos ganhar, e empatámos, a mesma coisa com a Ucrânia, e as coisas tornaram-se difíceis. O importante é preparar bem. Também temos de ver o calendário, porque vamos jogar em março. Se queremos ser candidatos a campeão do mundo, temos de passar esta fase. Portugal é o grande favorito, isso é evidente», começou por explicar no Canal 11, deixando um desabafo quanto ao facto de ter ficado num grupo com cinco equipas: «Vamos ter a imposição de jogar particulares antes e acaba por não nos dar essa possibilidade de trabalhar de uma forma diferente.»

 

Fernando Santos falou ainda da Sérvia como a principal adversária.

 

«Se olharmos para o plantel e para os jogadores, a Sérvia tem alguns nomes na elite do futebol europeu. Agora sabemos que eles têm alguma dificuldade em contabilizar isso em campo, ainda agora se viu no play-off da Liga das Nações. São equipas que têm muito valor, muita capacidade, mas que depois têm alguma dificuldade em juntar o coletivo. Agora, quando estão ao seu verdadeiro nível, são uma equipa poderosa. Se olharmos em termos de ranking, eles têm mais qualidade do que muitas equipas que estão à frente», concluiu.

Ler Mais
Comentários (11)

Últimas Notícias