«Deveria ter desistido muito antes de Tóquio»

GINÁSTICA RÍTMICA 28-09-21 8:51
Por Redação

A ginasta norte-americana Simone Biles continua a falar publicamente sobre os seus fantasmas, principalmente da presença nos Jogos Olímpico de Tóquio, em que foi protagonista de um momento de fragilidade ao abandonar algumas provas.  Em entrevista à revista New York MagazineBiles relembrou o sofrimento após ter revelado, em 2018, ter sofrido alvo de abusos sexuais por parte de Larry Nassar, médico da seleção norte-americana de ginástica rítmica: «Deveria ter desistido muito antes de Tóquio... Não quis que ele me tirasse tudo aquilo pelo que batalhei desde os meus seis anos, então forcei, mas o meu corpo e minha mente não me deixaram ir até o fim.»