Presidente do Flamengo acusado de fraude

BRASIL 28-07-21 11:28
Por Redação

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, foi acusado, juntamente com outras quatro pessoas, pelo Ministério Público Federal do Brasil de gestão fraudulenta e envio indevido de recursos para o estrangeiro.Segundo a denúncia, Landim, de 64 anos, atuou numa operação financeira que resultou na perda de 100 milhões de reais (cerca de 16,5 milhões de euros) a fundos de pensão de funcionários estatais.

Caso seja condenado, o presidente do Flamengo, no cargo desde janeiro de 2019, pode ser condenado a pena de três a 12 anos de prisão, além do pagamento de multa.