Sporting espera ter Rúben Amorim e Pedro Gonçalves no dérbi

SPORTING 25-01-21 10:7
Por Rui Baioneta

A final da Taça da Liga, na qual o Sporting bateu o SC Braga por 1-0, com um golo de Pedro Porro, deixou marcas disciplinares no leão, uma vez que o seu treinador, Rúben Amorim, e um dos seus principais jogadores, Pedro Gonçalves, acabaram por ser expulsos pelo árbitro lisboeta Tiago Martins: o primeiro ao minuto 34, após uma troca de palavras com o técnico dos bracarenses, Carlos Carvalhal, que também acabou por ver o cartão vermelho nesse momento; o segundo ao minuto 90+6, aparentemente por bocas, após a marcação de uma falta a favor dos minhotos.

O Sporting volta a entrar em campo já esta terça-feira, no Bessa, com o Boavista, pelas 21.15 horas, em jogo da 15.ª jornada da Liga, e os castigos que vão ser aplicados aos dois elementos do Sporting devem ser conhecidos ainda no decorrer do dia de hoje, mas em Alvalade há a expectativa que tanto Rúben Amorim como Pedro Gonçalves possam estar disponíveis para o jogo seguinte, que se realizará às 21.30 horas do dia 1 de fevereiro, e no qual o adversário dá pelo nome de… Benfica.

Isto porque em Alvalade há a convicção de que o que se passou no sábado à noite no Municipal de Leiria não teve a gravidade suficiente para justificar as medidas disciplinares aplicadas por Tiago Martins.

Leia o artigo completo na edição impressa ou digital de A BOLA