Corona é prioridade de Lopetegui

FC PORTO 18-09-20 11:20
Por Redação

Se dependesse somente de Julen Lopetegui, o polivalente internacional mexicano Jesús Corona já estaria a trabalhar no Sevilha. Porém, entre o desejo do antigo treinador dos dragões e atual vencedor da Liga Europa pelos sevilhanos e a realização do mesmo está um cheque de 30 milhões de euros.O valor, até agora, é considerado demasiado elevado pelos dirigentes do emblema espanhol que, recorde-se, fez forte investimento em reforços nos últimos tempos - Marcos Acuña (ex-Sporting), Óscar Rodríguez (ex-Real Madrid), Suso (ex-Milan) e Rakitic (ex-Barcelona) - dependendo neste momento de encaixar dinheiro com vendas para poder atacar Corona. 

Leia mais na edição digital ou na edição impressa de A BOLA.