Alexandre Ribeiro aplaude restruturação dos campeonatos da FPF

CAMPEONATO PORTUGAL 07-05-20 6:50
Por Redação

Antigo treinador do Valadares-Gaia, Alexandre Ribeiro comentou a A BOLA a restruturação que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai operar no terceiro escalão. A partir de 2020/2021, os clubes vão passar do Campeonato de Portugal para uma 3.ª Divisão, na qual vão disputar o acesso à Liga 2.

«Os novos quadros competitivos são mais ajustados às necessidades dos clubes que constituem estas divisões. A criação de uma 3.ª Divisão vai fazer com que os clubes com mais condições económicas e estruturais se defrontem entre eles, e assim vão estar muito mais bem preparados para o acesso à Liga 2 e consequentemente aumentar assim as possibilidades de se manterem nessa divisão», começou por explicar.

Alexandre Ribeiro frisou, também, o impacto económico deste novo modelo.

«A criação de 8 séries no Campeonato de Portugal também me parece ajustado devido a minimizar as despesas dos clubes. Não havendo também a antiga fase de manutenção vai obrigar os clubes a tentar criar grupos de trabalho logo no início da época competentes, em vez de como faziam antes de investir apenas meia época que era quando chegavam a esta fase de manutenção. Pois contratavam meia equipa e como os pontos se dividiam muitos se safavam. A forma como idealizaram a época 2020/21 também me parece justa pois vai ser possível o acesso quer à Liga 2 quer à 3.ª Divisão e dessa forma vamos ter um final de campeonato aliciante e não tão dependente de um jogo mas sim de um conjunto de jogos para se ter sucesso», concluiu.