Portugal derrotado pelos EUA em jogo com recorde de assistência

FUTEBOL FEMININO 30-08-19 7:49
Por Redação

A Seleção Nacional de futebol feminino foi derrotada, na última madrugada, pela congénere dos Estados Unidos, bicampeã mundial em título, por 0-4, jogo de preparação que levou 49.504 espectadores ao Lincoln Financial Field, em Filadélfia, novo recorde de assistência em jogos caseiros da seleção norte-americana.

Tobin Heath (4’), Morgan Brian (18’), Carli Lloyd (52’) e Allie Long (82’) deram expressão ao domínio do líder do ranking da FIFA.

No final do jogo, Francisco Neto, selecionador nacional, disse que a equipa das Quinas pagou caro os erros cometidos.

«Cometemos alguns erros defensivos que os Estados Unidos souberam aproveitar. É normal que isto aconteça nesta fase, atendendo ao facto de que estamos no início da época e vamos ter mais jogos para recuperar o ritmo e afinar a máquina, antes de começarmos a qualificação», afirmou, citado pelo site da Federação Portuguesa de Futebol.

«Apesar da derrota, a nossa equipa mostrou que está a crescer frente às bicampeãs do mundo. Mostrou que está a fazer o seu caminho. As jogadoras estão de parabéns pelo espírito de união e a disponibilidade demonstradas», realçou.

EUA e Portugal voltam a defrontar-se na terça-feira, à uma da manhã, no Allianz Field, em Saint Paul, no estado de Minnesota.

Portugal alinhou: Patrícia Morais, Ana Borges, Mónica Mendes, Sílvia Rebelo, Joana Marchão (Andreia Norton, 46’), Tatiana Pinto, Dolores Silva, Vanessa Marques, Cláudia Neto (Fátima Pinto, 46’), Jéssica Silva (Melissa Gomes, 88’), Diana Silva (Carolina Mendes, 63’). 

Suplentes não utilizadas: Inês Pereira, Rute Costa, Raquel Infante, Ágata Pimenta e Diana Gomes, Ana Leite e Inês Maia.