Keizer explica o que correu mal na Supertaça: «Não quero arranjar desculpas»

SPORTING 10-08-19 1:27
Por Redação

A pesada derrota (0-5) na Supertaça com o rival Benfica foi um dos temas que dominou a conferência de imprensa de Marcel Keizer na antevisão para o encontro de domingo com o Marítimo, que marca o arranque do Campeonato.

«Foi uma semana difícil, mas estamos preparados e motivados para começar a nova época. Sabemos que o Marítimo é uma equipa que pode jogar muito compacta. Sabemos muito sobre eles e eles sobre nós», começou por dizer o técnico holandês, sendo depois questionado sobre a recuperação psicológica dos jogadores após o resultado no Algarve:

- Todos ficaram desiludidos de início. Depois fizemos uns treinos com o grupo completo na Academia e começámos a focar-nos no jogo com o Marítimo. A confiança e a alegria de jogar futebol regressaram e esperamos um bom jogo da nossa parte amanhã

Questionado sobre o que correu mal no jogo com o Benfica: «Falámos ao intervalo e a pressão de decidir durante o jogo não foi suficiente. Já alinhámos este sistema (3x4x3) e jogámos melhor. Treinámos durante a semana e vimos os vídeos de outros jogos em que utilizámos este sistema e estávamos prontos. Só que o Benfica jogou bem e nós tivemos dificuldades, especialmente no nosso lado direito. Acho que esse foi o principal problema.»

Keizer não descartou recorrer à mesma tática da Supertaça no futuro: «Temos quatro bons centrais, podemos jogar em 4x3x3 como na época passada, mas também fizemos bons jogos com três na defesa – por exemplo em casa com o SC Braga e o Benfica, para a Taça. Isso deu-nos confiança e foi por isso que jogámos assim. E ainda podemos jogar. Para o treinador é bom poder utilizar dois sistemas e durante a época, perante as dificuldades dos adversários que jogam com um, dois ou três avançados, poder mudar. Fazemos o que é melhor para nós.»

Questionado se receia perder o apoio dos adeptos caso não regresse do Funchal com os três pontos: «Medo, não. Tivemos um mau jogo, um mau resultado, e temos de nos preparar para vencer amanhã. O Sporting é assim – a pressão está sempre lá. É normal que todos os que gostam do Sporting queiram ver a equipa ganhar e querem isso sempre. Jogámos três finais, queríamos ganhar as três, mas ganhámos duas. Agora temos de continuar.»

Sobre se o Sporting inicia o Campeonato com candidato ao título, Keizer respondeu: «É difícil dizer porque viemos de um jogo difícil, com um resultado difícil. Ficámos muito desiludidos depois desse jogo porque queríamos muito vencer. Se tivéssemos ganho, seriam três finais seguidas e poucas equipas conseguiram isso. Para esta temporada, a pré-época não correu como queríamos, tivemos dificuldades, alguns jogadores que chegaram mais tarde, mas não quero arranjar desculpas. Todos vão estar prontos amanhã e queremos ganhar.»