Luisão e a morte de Eusébio: «Mesmo se jogássemos 5 jogadores, íamos ganhar ao FC Porto»

Benfica 05-10-2018 17:10
Por Redação

Na primeira grande entrevista após o ponto final a carreira, Luisão abordou a morte de Eusébio em 2014, ano em que o Benfica começou a caminhada para o Tetracampeonato. Dias após o falecimento do Pantera Negra, os encarnados entraram em campo para defrontar o FC Porto, num clássico da 15.ª jornada que teve uma aura diferente.

 

«Eusébio fica marcado na minha carreira. O Rei Eusébio dava-me um abraço quando me encontrava, perguntava como estava a família. Se não tivéssemos vencido aquele jogo, eu teria ficado muito triste. Mas não tinha como. Depois do falecimento dele, entrámos com uma força tão grande que, mesmo se jogássemos apenas com cinco jogadores, íamos ganhar [o clássico com o FC Porto]. Entrámos com o nome "Eusébio" nas nossas costas, era uma responsabilidade muito grande. Sentíamos que tínhamos a obrigação de ir até ao último minuto, lutar de uma maneira que venceríamos mesmo. Se faltasse a força, um tinha de puxar pelo outro, carregar nas costas, porque era o respeito que tínhamos perante uma figura que elevou o patamar do Benfica e da Seleção. Posso dizer que nesse dia, mais uma vez, o Benfica renasceu», explicou.

 

Recorde-se que o Benfica acabou por vencer o FC Porto por 2-0.

Ler Mais
Comentários (86)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais